padrão de construção de casa em condomínio

Existe algum padrão de construção de casa em condomínio fechado?

Comprar terrenos em condomínios fechados visando construir a casa dos sonhos é uma alternativa que muitas pessoas vêm buscando por vários motivos. Seja por função da falta de segurança que é comum nos centros urbanos, seja pela privacidade ou até mesmo por oferecer boas ofertas de lotes. No entanto, é necessário considerar diversos fatores antes de construir, como o padrão de construção de casa em condomínio. 

Pensando nesses aspectos, elaboramos este post para que você entenda o que é necessário considerar antes de construir um imóvel como esse, além de entender melhor as vantagens de morar em um condomínio fechado. Boa leitura!

simulador thai

O que é preciso considerar antes da construção de casa em condomínio?

A seguir, selecionamos os principais aspectos a serem considerados antes de construir uma casa em condomínio fechado. Confira quais são eles.

Regulamento interno de edificações

Ao comprar um terreno, é necessário observar com calma as exigências das normas e posturas do Departamento de Urbanismo de sua cidade, geralmente disponibilizadas pela prefeitura local.  Em condomínios fechados, é preciso, ainda, observar a minuta da Convenção do Condomínio, além de entender muito bem cada uma das exigências. 

Em cada condomínio existem regras específicas para construir um imóvel. O arquiteto da obra deverá estudá-las fielmente para que não faça o projeto fora dessas normas. A padronização das edificações é justamente o que faz com que o condomínio seja atrativo e viável. Ou seja, isso não é um obstáculo para sua construção. Muito pelo contrário: você poderá utilizar a criatividade no projeto de sua casa, sempre respeitando as normas já estabelecidas. 

Limites e recuos

Em relação ao padrão de construção de casa em condomínio, é necessário considerar a relação de recuos e de limites. Nesse caso, são determinadas dimensões frontais, de fundo e laterais, as quais o arquiteto deve respeitar para que o projeto seja aprovado. 

Fique tranquilo, pois você não perderá espaço do seu lote. Os limites servem justamente para garantir privacidade, conforto e segurança para a sua casa. Do contrário, a janela vizinha estaria muito próxima à sua, por exemplo.  

Altura da obra

Um dos fatores mais importantes a serem observados é em relação à altura da obra, pois no regulamento interno existe um limite para a construção. Logo, o projeto deverá utilizar essas medidas para que o profissional aplique sua criatividade e faça uma obra esteticamente agradável dentro do permitido. 

Gerenciamento de materiais

Como você deve imaginar, toda obra gera impactos ao meio ambiente. Logo, é necessário gerenciar a limpeza, o armazenamento de materiais, a localização e o uso de caçambas, além do uso das calçadas. Tudo deverá ser feito de acordo com as normas e regras do condomínio, respeitando os limites preestabelecidos. 

Pavimentos

Esta regra se assemelha bastante com a do limite de altura, pois condomínios costumam impor regras quanto à quantidade de pavimentos. Imagine se uma pessoa passa a ter o interesse de construir um prédio de 4 andares onde o padrão é de apenas casas? Justamente contra isso é que existem essas normas, para evitar desproporcionalidades nas construções.

Muro

Para que todas as casas sigam o mesmo padrão, também há restrições quanto a utilização de muros. Em alguns condomínios, existem as exigências de não murar a casa por completo. Em outros, as regras estabelecem que a frente do imóvel não deve ser murada. Mais uma vez ressaltamos a importância de sempre consultar as normas do condomínio escolhido para estar de acordo e evitar problemas futuros. 

Prazo para construção

Este item é menos comum, mas vale a pena consultar, pois em alguns condomínios há exigências quanto ao prazo para a construção da casa. Essa regra existe para evitar com que muitos terrenos fiquem vazios, atrapalhando inclusive a valorização das demais obras. 

Regras de convivência

Além do padrão de construção de casa em condomínio, o futuro morador também deve se atentar ao padrão de comportamento ou regras de convivência em grupo. Entre as especificações, podemos citar regras quanto ao barulho, velocidade dos veículos nas ruas do condomínio, normas quanto às visitas, horários para entregas e mudanças, entre outras. 

Quais são as vantagens de morar em um condomínio fechado?

Morar em um condomínio fechado oferece inúmeras vantagens. Selecionamos as principais para que você entenda melhor. 

Qualidade de vida

A agitação dos centros urbanos, o trânsito, os assuntos de família, o trabalho, entre tantas outras questões tornam o cotidiano das pessoas bastante atribulado. Por essa razão, contar com um condomínio que oferece conforto, segurança e muitas opções de lazer pode ser o diferencial.

Alguns empreendimentos dispõem de verdadeiros clubes, contando com piscinas de tamanhos diferentes, quadras, pistas para correr, espaço gourmet, academias e salão de festas. Os espaços feitos para o lazer se diferenciam entre os projetos, por isso é necessário visitar o local e perguntar quais são as opções para toda a família, que oferecerão bem-estar e qualidade de vida

Segurança

Sentir-se seguro é algo essencial para qualquer pessoa. No entanto, aquelas que contam com crianças sentem ainda mais necessidade de oferecer proteção aos pequenos durante o dia — algo que consegue ser tranquilamente alcançado ao adquirir uma casa em condomínio fechado. 

Nesses empreendimentos, é possível encontrar:

  • portões com acionamento elétrico;
  • placas para sinalizar a velocidade máxima permitida aos carros;
  • cercas (espirais, elétricas ou ambas);
  • ambiente fechado;
  • câmeras;
  • muros altos;
  • portaria; entre outros. 

Todos esses detalhes servem para garantir a você e sua família a máxima segurança necessária, oferecendo também tranquilidade e satisfação. 

Redução de custos

Outra vantagem de morar em um condomínio fechado está na oportunidade de ter acesso aos mais diversos benefícios por um custo individual reduzido. Imagine só quanto seria manter uma estrutura dessas sem que o custeio fosse compartilhado por muitas pessoas? Ou seja, paga-se um valor de condomínio que é baixo diante de todas as funcionalidades que ele proporciona. 

Ao ler este conteúdo, você pôde perceber qual é o padrão de construção de casa em condomínio, bem como os aspectos que devem ser considerados e as vantagens de residir em um. Lembre-se da necessidade fundamental do arquiteto estar ciente de todos os regulamentos e normas do empreendimento, para que o seu projeto esteja de acordo com as suas expectativas e respeitando as regras do local. 

Caso tenha gostado deste conteúdo e deseja receber mais dicas como essas, assine nossa newsletter e receba diretamente em sua caixa de entrada todas as nossas novidades!

Posts relacionados