Dicas de construção de uma casa em condomínio fechado

Dicas de construção de uma casa em condomínio fechado

A conquista de uma casa para a família costuma estar no topo das preocupações e sonhos de uma pessoa. A busca pela tranquilidade e uma melhor qualidade de vida fazem com que muitos invistam na construção de uma casa em condomínios horizontais fechados, um ambiente com infraestrutura e sistema de segurança de primeira qualidade.

Esse é o seu caso? Então, aproveite nosso artigo e descubra agora dicas de construção para transformar esse projeto na mais deliciosa realidade!

1. Escolha o lote com cuidado

A primeira das nossas dicas de construção é a escolha do espaço. Quem opta pelos condomínios fechados sabe que muitos deles oferecem lotes de diversos tamanhos e em diferentes pontos do empreendimento.

A questão aqui está em determinar qual o espaço que atende às suas expectativas. A preferência deve ser por um terreno plano — já que eles são bem mais fáceis e baratos de construir —, com boa luminosidade e arejado. As esquinas costumam ser cobiçadas, já que oferecem dois lados abertos e garantem uma maior privacidade à construção.

O ideal é que o arquiteto e o engenheiro estejam com você e, assim, guiá-lo para a melhor decisão.

Vale lembrar de que a compra do lote é um processo que envolve uma série de procedimentos legais para garantir sinal verde para a construção da sua casa.

2. Dedique-se ao projeto

Para conquistar a casa dos sonhos é preciso especial atenção ao projeto. Por isso, evite correr na hora de planejar e fechar o desenho e os espaços.

O procedimento mais comum — e mais indicado — é que o desenho da construção seja baseado no terreno disponível, aproveitando as características do espaço.

Sente-se com as pessoas com quem você vai dividir esse novo lar e decidam, juntos, como ele será. Leve em consideração os desejos e necessidades. Se você tem filhos pequenos, pode ser interessante pensar em como eles crescerão dentro do ambiente sem ficarem apertados. E não esqueça de se dar também um belo presente. Quem sabe essa não é a hora de ter o seu tão sonhado espaço de meditação ou uma área gourmet?

Faça também uma pesquisa, em revistas e na internet, elegendo o tipo de construção e design que mais lhe agrada. O arquiteto certamente ficará contente em ter fontes de inspiração e parâmetros para fazer o seu projeto. Vale lembrar que nesse processo nem todos os sonhos e vontades poderão ser atendidos, mas o objetivo aqui é tentar cumprir o máximo da lista!

Se, por exemplo, entre vocês existe um artista ou artesão, pode ser interessante ter um quarto reservado para o ateliê. E se o casal gosta de se vestir bem, não esqueça de incluir um closet para ambos.

Realize o máximo dos desejáveis sem comprometer o orçamento ou o custo de construção dos essenciais.

3. Preste atenção ao orçamento

Raras são as pessoas que têm disponível o dinheiro para construir, sem compromisso ou sacrifício. A maioria faz economias e um planejamento financeiro forte para seu patrimônio crescer através dos anos. Por isso, entre as nossas dicas de construção, não podemos deixar de abordar a delicada questão do orçamento.

O custo de construção está ligado a três fatores essenciais: material, mão de obra e acabamentos. São eles que diferenciam as construções e definem o seu padrão. Casas de alto padrão e de luxo, por exemplo, se caracterizam pelo uso de materiais de ótima qualidade e com custo normalmente mais elevado: vidros, mármores, madeiras de lei, entre outros.

Uma torneira para a cozinha, por exemplo, pode variar entre R$ 40 e R$ 1.500. E isso se aplica para a maioria dos itens da casa, seja uma pia, um chuveiro ou um piso. Tudo vai depender do padrão da obra e do orçamento disponível.

Porém, para poder ter tudo o que você sonha, é fundamental atenção ao dinheiro disponível. Assim que o projeto for definido, elabore uma planilha orçamentária com tudo o que será gasto na construção, finalização e decoração. Para não se perder nos itens, divida por etapas (o mais comum é cronológica, ou seja, pelos passos da execução). Não se desanime se o primeiro valor total ficar muito acima do que existe disponível.

Esse é o momento de readequar os recursos para chegar ao número ideal, que caiba no seu bolso. O arquiteto e o engenheiro podem ajudar nessa jornada, pois já conhecem bem os processos envolvidos, o mercado e as novidades.

Importante: sempre deixe uma reserva para emergências, evitando dores de cabeça no percurso.

4. Evite grandes alterações durante a construção

Quem já participou da construção de uma casa sabe que imprevistos fazem parte da jornada e é preciso lidar com eles. Muitas pessoas, inclusive, preferem terceirizar o serviço com empreiteiros, deixando na mão deles a maioria das pequenas decisões.

Por isso, uma das nossas preciosas dicas de construção é: evite grandes mudanças ao projeto original. Se você, no meio do caminho, repensou e achou que deve incluir mais uma suíte, consulte primeiro o arquiteto e o engenheiro, analisando quais os prováveis impactos no custo, tempo e também na equipe da obra. Verifique as possibilidades e a real necessidade da adição ou subtração.

Se a conclusão é a de que a alteração será incluída, procure conversar de maneira franca e aberta com toda a equipe. Se os ânimos se alterarem um pouco, mantenha o equilíbrio, pois os seres humanos têm como uma de suas características a rejeição ao novo, depois de estabelecido um padrão. A sua calma e clareza durante essa mudança serão essenciais para continuar o caminho.


5. Lembre-se da estrutura que o condomínio já oferece

Por fim, lembre-se de que um bom condomínio pode ajudar você a cortar alguns custos de construção, principalmente nos itens desejáveis. Muitos já oferecem em sua estrutura piscina, quadras poliesportivas, área para as crianças e espaços dedicados para você e sua família aproveitarem e receber amigos e convidados.

Além disso, costumam oferecer segurança e monitoramento 24 horas. Ou seja, você não precisa se preocupar com muitos dos equipamentos que provavelmente teria de comprar se fosse construir em um terreno fora do condomínio.

Logicamente que existem os custos envolvidos na manutenção da estrutura e dos serviços. Porém, eles certamente valem o investimento em tranquilidade e bem-estar.

Esperamos que todas as dicas que oferecemos aqui possam ajudar você a saber qual o custo de construção em condomínio fechado e as vantagens desse tipo de moradia. E se você está procurando boas oportunidades de lotes na região de Aracaju, não deixe de conhecer nosso portfólio. Quem sabe você não acha o espaço ideal para viver com qualidade, tranquilidade e exclusividade?

Posts relacionados