casa inteligente

Vale a pena investir em uma casa inteligente? Descubra aqui!

O setor imobiliário do Brasil é um mercado bastante valorizado e proporciona uma série de alternativas interessantes para quem deseja investir ou até mesmo para as pessoas que apenas querem achar um bom imóvel para viver. Diante dessa realidade, entender se vale a pena investir em uma casa inteligente pode ser muito interessante.

Essa opção vem chamando a atenção dos clientes e até dos próprios profissionais da área, sobretudo por estar em perfeita consonância com as demandas que o público atual tem para a sua rotina diária e para trazer benefícios para a sua família. Confira o conteúdo a seguir e aprenda um pouco mais sobre esse tema.

Como a tecnologia está presente no o dia a dia?

Antes de pensar em investir em uma casa inteligente, é muito importante entender como a tecnologia vem impactando a rotina da grande maioria das pessoas ao redor do mundo. Atualmente, a modernidade dos equipamentos mudou até mesmo a forma pela qual o ser humano se relaciona, tornando as interações muito mais dinâmicas.

Quem vive, atualmente, sem dar uma checada no smartphone, sem visualizar os seus perfis nas redes sociais, sem utilizar o GPS no carro ou sem verificar os congestionamentos por meio de aplicativos de trânsito? Obviamente, essa realidade, em algum momento, chegaria até a construção civil. E chegou!

Afinal, o que é uma casa inteligente?

Por definição, uma casa inteligente é um imóvel no qual o engenheiro, o arquiteto e até o decorador utilizam recursos de tecnologia para oferecer o máximo de conforto, comodidade e segurança para os moradores. Em outras palavras, é uma residência que incorpora, em seu cerne, diversos sistemas avançados de automação.

Por meio de aplicações e de artigos modernos, os habitantes podem, por exemplo, ter um monitoramento altamente sofisticado e um maior controle sobre várias funções, que vão desde a iluminação e o controle de temperatura, a passar por aparelhos de multimídia, chegando à segurança e à abertura de janelas ou portas.

Quais as vantagens de uma casa inteligente?

Como dissemos, a casa inteligente é diferenciada desde a fase de projeto, tendo os ambientes equipados com uma diversidade de dispositivos voltados para a comodidade, a segurança e a realização de tarefas domésticas, geralmente respondendo a um ponto central. Confira a seguir algumas das suas principais vantagens.

Mais conforto

Uma das principais vantagens de uma casa inteligente é que ela proporciona mais conforto aos moradores. Isso ocorre porque a automação dá, naturalmente, menos trabalho para a manutenção do imóvel e oferece uma rede completa de benefícios, que vão desde o funcionamento de eletrodomésticos até o sistema de vigilância.

Grande economia

Outro grande benefício de uma casa inteligente, mas que poucas pessoas sabem, é que esses sistemas podem proporcionar uma bela economia. Muita gente acha que a instalação desses dispositivos pode ser muito dispendiosa e, em linhas gerais, isso não é uma inverdade. Porém, em longo prazo, o custo-benefício tende a ser muito bom.

O acesso remoto aos eletrodomésticos, por exemplo, permite que os moradores liguem apenas aquilo que for necessário no momento e, além disso, é possível ajustar tudo na intensidade desejada, sem a necessidade de deixar todos aparelhos ligados e tampouco utilizá-los em sua potência mais elevada.

Maior segurança

Conseguir bons níveis de segurança também é um dos motivos que faz com que muitas pessoas desejem morar em uma casa inteligente. Com as inovações, é viável, por exemplo, saber quem entra e sai pelas portas ou o momento no qual o sistema de alarme foi ativado, além de visualizar as câmeras de monitoramento remotamente.

Quais os aparelhos essenciais para uma casa inteligente?

Iluminação com dimerização

Um dos itens essenciais de uma casa inteligente é a iluminação com dimerização, na qual é possível programar a intensidade das luzes, bem como as funções de ligar e desligar. Isso pode ser feito por meio de controles ou programações de suavização das lâmpadas dos ambientes, o que pode ser feito individualmente ou como um todo. 

Isso possibilita uma boa economia de energia, além do acesso remoto por meio de dispositivos mobile, como smartphones e tablets. Também é um bom diferencial em termos de segurança, visto que os proprietários poderão ativar a iluminação quando estiverem fora, simulando a presença de pessoas quando não houver ninguém no imóvel.

Sistemas de segurança

Os sistemas de segurança provavelmente já fazem parte da sua rotina, especialmente se você mora em um prédio ou em um condomínio fechado nas grandes cidades brasileiras. No entanto, diversos dispositivos voltados para essa questão também fazem parte do projeto de construção e da rotina de uma casa inteligente.

Isso inclui fechaduras inteligentes que só abrem com reconhecimentos de biometria ou até mesmo com os celulares dos moradores, assim como câmeras de monitoramento, sistemas de alarme com sensor de presença e, como dissemos, a abertura remota de portões, portas e até mesmo de janelas.

Smart TV e Home Theater

Não dá para falar de uma casa inteligente nos dias de hoje sem falar das smart TVs e dos sistemas de Home Theater. Um bom modelo, nos dias de hoje, deve incluir som surround aliado a uma tela de tamanho considerável e com alta resolução de imagem.

Esse equipamento é uma excelente opção para o entretenimento doméstico e, ao contrário do que ocorria há alguns anos, pode ser relativamente barato. Com isso, você pode ter um verdadeiro cinema em casa, pronto para a exibição de um bom filme.

Climatização automatizada

Os sistemas de refrigeração automatizados também fazem parte de uma casa inteligente e faz com que os aparelhos de ar-condicionado fiquem integrados com as outras ferramentas de conforto da propriedade e com a central de controle.

Dependendo do lugar no qual você reside, você pode ligar e desligar esses dispositivos e ainda instalar outros, como softwares para manter o piso aquecido ou umidificadores de ar, por exemplo.

Diante de tudo o que foi exposto, fica fácil perceber como é importante levantar os custos de ter uma casa inteligente e verificar as necessidades e demandas da sua família para montar a residência da melhor maneira possível!

Gostou de aprender mais sobre a casa inteligente? Então confira também nosso artigo sobre como contratar um arquiteto!

Posts relacionados