casa iluminada

6 dicas para conseguir ter uma casa iluminada

No universo atual da arquitetura e da decoração, há uma busca constante pelo uso estratégico de elementos sustentáveis e relacionados com a natureza, de forma a proporcionar mais conforto para os moradores. Por esse motivo, conhecer algumas dicas para ter uma casa iluminada pode ser muito interessante.

Felizmente, para nós que residimos em um país de clima predominantemente tropical como o Brasil, fica mais simples unir um belo design com inovações tecnológicas e o bom aproveitamento da incidência de raios solares.

Quer descobrir como fazer isso? Continue a leitura e confira o conteúdo que preparamos!

Importância de ter um ambiente iluminado

Conseguir deixar sua casa com os ambientes recendendo quantidades adequadas de luz é muito importante, visto que a claridade impacta na qualidade de vida dos moradores e está diretamente ligada às sensações de conforto e aconchego. Além disso, ao aproveitar a incidência solar, você tem chance de economizar na conta de energia.

Portanto, aprender algumas dicas para conseguir ter uma casa iluminada é muito importante. Independentemente da rotina que você e sua família levam, estar em sintonia com os elementos da natureza e apostar em medidas sustentáveis, até mesmo na escolha das lâmpadas, é algo bastante saudável e proveitoso.

Dicas para conseguir uma casa iluminada

A seguir, acompanhe algumas sugestões para trabalhar a iluminação da sua residência da melhor forma.

1. Utilize janelas grandes e largas

Uma das principais dicas para ter uma casa iluminada, sobretudo se ela estiver em fase de construção, consiste em apostar no uso de janelas grandes e largas. Isso é fundamental porque tais elementos permitem uma maior entrada da luz solar, algo bastante vantajoso em um país como o Brasil.

Para tanto, logicamente, você não deve deixar de considerar o espaço da parede e o tamanho do cômodo. Quartos muitos grandes com janelas pequenas, por exemplo, podem ser esteticamente desagradáveis. Outras soluções do gênero são as paredes de vidro, que permitem a passagem de claridade, além das claraboias.

2. Compre as lâmpadas certas

Nem só de uma boa utilização da luz solar vive a luminosidade de determinado imóvel. Por mais que sejam usadas janelas largas e claraboias, a iluminação artificial também precisa ser pensada corretamente, passando o estilo que você deseja para cada ambiente. Por isso, devemos considerar que as lâmpadas incandescentes, por exemplo, caíram em desuso.

Nos dias de hoje, o correto é utilizar os modelos de LED, que são mais econômicos e sustentáveis. Atualmente, é possível decidir o tipo de tonalidade que você prefere: cômodos prioritariamente de lazer e descanso, como a sala de estar e os quartos, podem ficar mais aconchegantes com tons amarelados.

Por outro lado, os lugares nos quais o foco é a realização de atividades específicas, a exemplo da preparação de alimentos ou da higiene pessoal (como a cozinha, os banheiros e a área de serviço), casam muito bem com as matizes frias. Elas têm uma coloração mais azulada e podem ser bastante estimulantes para o cérebro humano.

3. Explore o conceito amplo nos ambientes

O conceito amplo vem ganhando muito espaço hoje em dia e, em projetos mais recentes, dificilmente nos deparamos com casas ou apartamentos que tenham divisórias entre todos os cômodos, sobretudo entre a cozinha e a sala de estar. O lado bom dessa história é que a ausência de paredes também favorece a projeção da luminosidade.

Você pode manter a harmonia visual e valorizar ainda mais a sensação de integração apostando nos espaços abertos, unindo essa escolha com o uso de janelas amplas ou lâmpadas adequadas. Uma alternativa interessante é fazer um mix de luminárias, mas que preserve a uniformidade nas cores, nos materiais e nas texturas.

4. Prefira as pinturas mais claras

É bastante notável que a pintura influencia na luminosidade de determinado cômodo e da propriedade como um todo, já que as nuances mais claras refletem a luz com maior intensidade, passando a sensação de claridade. Sendo assim, você não pode deixar de considerar esse aspecto na hora de escolher suas tintas.

As campeãs de escolha no setor imobiliário são as tonalidades mais alvas, como o branco e o bege. Para promover um contraste, você pode utilizar um tom mais escuro em um local específico — mas o ideal é que isso seja feito de maneira pontual, para manter a amplitude visual e oferecer um toque a mais de aconchego ao seu lar.

5. Tome cuidado com móveis pesados ou escuros

Da mesma maneira que alguns itens de decoração e as cores podem ampliar a sensação de luminosidade em um imóvel, móveis pesados ou escuros são capazes de passar a ideia oposta. Uma mesa de centro de madeira muito volumosa e grande, por exemplo, possivelmente pesará na decoração da sua sala de estar do ponto de vista visual.

O mesmo vale para mesas e poltronas grandes ou de tecidos grossos, assim como os armários de madeira escura ou metal preto. Artigos que usam vidro e deixam o chão visível fazem com que o local fique mais luminoso, da mesma forma que prateleiras abertas e estantes podem ser uma excelente escolha para ter mais claridade.

6. Use espelhos e superfícies refletoras

Por fim, não é novidade para ninguém que os espelhos são poderosos aliados de quem deseja passar uma maior sensação de amplitude em um cômodo, mas eles também são muito úteis àquelas pessoas que querem mais luminosidade em casa. Diante dessa realidade, não hesite em abusar de tais itens nos banheiros, nos quartos e na sala de estar.

O mesmo princípio vale para as superfícies refletoras, que podem iluminar qualquer lugar. Aposte em vidros, azulejos e acrílico. Peças feitas com materiais metálicos claros também são ótimas opções para clarear um espaço, sobretudo se eles estiverem reluzentes e bem limpinhos.

Seguindo nossas dicas para conseguir uma casa iluminada, você pode ter muito mais conforto em seu imóvel e deixar cada cômodo aconchegante, perfeito para passar momentos incríveis com a família e os amigos!

Gostou das sugestões e quer conferir outros artigos como este? Não perca mais tempo: assine nossa newsletter e receba os próximos conteúdos diretamente na sua caixa de e-mail!