5 excelentes dicas de design para montar a casa dos sonhos!

5 excelentes dicas de design para montar a casa dos sonhos!

Montar a casa nova é uma das partes mais gostosas quando fazemos mudança na vida. É uma fase para pensar e repensar todos os detalhes, olhando com atenção e carinho os cômodos e espaços externos. Para quem está construindo a casa dos sonhos, o projeto passa a ocupar boa parte dos pensamentos.

Mas para que o sonho não se torne um pesadelo, a etapa exige atenção. Alguns pontos são bastante importantes para que o projeto seja elaborado e executado com eficiência, garantindo que os moradores possam ter o melhor aproveitamento do espaço.

Afinal, não tem nada mais gostoso do que morar em um lugar que foi pensado para a gente, não é mesmo? Em que cada detalhe faça com que nos sintamos bem, felizes e realizados. Acompanhe as nossas 9 dicas para quem está construindo a casa dos sonhos e prepare-se para deixar o seu lar bonito, funcional e encantador! Boa leitura!

Simulador Laredo

1. Escolha o terreno

A escolha do local para construir a casa é uma etapa muito importante, pois várias decisões são tomadas de acordo com o terreno comprado. Os profissionais envolvidos vão levar em conta a orientação da edificação em relação ao sol, a ventilação e as dimensões ideais para quem vai habitar a residência.

As informações sobre a topografia precisam ser avaliadas para definir se há necessidade de assentar ou subir muros de arrimo. Além disso, se for um espaço em condomínio fechado, é necessário ainda se adequar às regras de construção estabelecidas pelo regimento interno.

2. Contrate um arquiteto

Montar uma casa demanda planejamento e requer atenção. Por isso, nada melhor do que começar com um projeto bem elaborado. Assim, você vai conseguir ter uma visão completa do processo, entendendo quais são os pontos mais importantes, quais são as áreas estratégicas da casa nova, aquilo que é urgente e o que pode ficar para depois.

O ideal é contar com a ajuda de um arquiteto competente, que pode orientar em todas as decisões, desde a definição dos espaços, a escolha de acabamentos (como o tipo de revestimento para o chão), a parte da iluminação até a compra de mobiliário, tudo de acordo com as suas necessidades e, claro, a verba disponível.

No projeto são determinadas as medidas dos cômodos. Para isso, pense qual a funcionalidade que você deseja para cada um e tenha tudo isso em mente nas etapas seguintes. Isso vai ser fundamental e ajudar bastante em todas as decisões e compras de materiais de alvenaria, acabamento e mobiliário.

3. Faça escolhas inteligentes

É natural, no momento de montar a casa, criar uma lista de compras imensa, quase infinita. Isso porque queremos que tudo seja novo e impecável. Mas é preciso pensar, também, na viabilidade das nossas escolhas.

Afinal, mudar para uma casa nova já demanda alguns investimentos e nem sempre dá para gastar todas as economias em mobiliário, acessórios e itens de decoração. O ideal é fazer uma lista básica, com tudo aquilo que é fundamental e indispensável. Depois, com o tempo, você pode ir complementando com outros objetos e itens de decoração.

Por isso, antes de ir às compras, gaste algum tempo elaborando uma boa lista. Pense naquilo que você e sua família mais precisam, pesquise preços, determine um teto de investimento para esse primeiro momento. E lembre-se: com o tempo, vai ser possível investir em outros detalhes e deixar tudo com a sua cara!

Outra coisa importante: busque equilibrar os investimentos. É claro que é delicioso comprar aquela poltrona de um designer que você admira há tanto tempo, mas nem tudo precisa ser caro, novo ou de renome na sua casa, hein? Parte do charme vem justamente de ter personalidade e saber o que tem a ver com você e sua família, independentemente do preço.

4. Pense nas necessidades e particularidades

Montar uma casa nova significa pensar com cuidado em cada cômodo, em cada pedacinho desse espaço que é tão especial para você e sua família. Pensar nos momentos que vocês passarão juntos é uma parte super importante desse primeiro processo de montagem.

Por isso, vale conversar bastante e escolher com cuidado os detalhes de cada espaço. A sala de televisão vai servir também para receber as visitas? Se sim, é preciso prever uma ou duas cadeiras, poltronas ou banquetas de apoio, por exemplo.

A casa tem de ser pensada visando aos hábitos de quem mora nela. Por isso, se você considera o seu quarto um dos lugares mais importantes da casa, deve ter as características para suas necessidades.

Já se o foco é o lazer em família e com os amigos, um espaço gourmet integrado com a área externa pode ser uma excelente opção. O segredo é entender o que é importante para você e todos que moram juntos, transformando a casa em um conjunto de cômodos agradáveis, aconchegantes e muito funcionais para que todos aproveitem.

É preciso pensar no conjunto: cada cômodo deve ter a sua personalidade, mas a casa precisa funcionar em harmonia e seguir uma linha de decoração. Pense em elementos que podem unir o conjunto, como cores complementares, o mesmo tecido para os estofados ou algum outro detalhe que vai deixar a sua casa ainda mais agradável.

Esses cuidados vão evitar uma poluição visual com excesso de informações. O design é a personalidade da casa demonstrada por meio do estilo dos moradores.

5. Integre ambientes de forma agradável

Diminua ou elimine espaços limitantes entre diferentes ambientes. Ao criar um projeto com menos paredes, você proporciona a integração de espaços em ambientes mais abertos que podem ser mais aproveitados.

Além de proporcionar maior contato familiar e convívio entre os membros, espaços integrados são bonitos e modernos. Também aumentam o prazer de receber amigos em casa para confraternizações e momentos de lazer.

A junção de cômodos deve ter equilíbrio, utilidade e criar um diálogo entre os ambientes. Isso pode ser criado com cores, revestimentos e móveis funcionais. A integração tem que refletir a necessidade e a identidade dos moradores de uma casa.

6. Capriche nos detalhes

A casa dos sonhos tem muito a ver com a capacidade de refletir a personalidade e a essência de seus moradores. Pode ter certeza, uma casa dos sonhos é muito mais do que aqueles ambientes irretocáveis de revista, que são lindos, mas que parecem sempre vazios, que nos deixam inseguros até mesmo de se sentar no sofá.

Você já deve ter escutado a expressão “se sentir em casa”. Pois bem, o seu lar deve refletir quem você é e, acima de tudo, fazer com que você se sinta bem ali. Por isso, o mais importante é encontrar os detalhes que tenham a ver com você. Um tapete com uma bonita estampa, por exemplo, vai fazer toda a diferença no ambiente, além de dar muita personalidade.

O mesmo vale para alguns objetos de decoração, que podem ter sido herdados de um familiar, garimpados em uma feira de antiguidades ou mesmo feitos sob medida.

7. Encontre o equilíbrio

Na hora de montar a casa, lembre-se também que o equilíbrio é importante: procure misturar elementos contemporâneos e modernos com outros mais clássicos. Isso vai trazer elegância aos espaços, mas de uma forma muito pessoal.

O equilíbrio é fundamental, afinal, você vai passar boa parte do seu dia dentro de casa e é essencial que se sinta confortável ali, não é mesmo? Detalhes, móveis e acessórios bem harmonizados têm um efeito muito importante nesse quesito, pode ter certeza!

8. Invista na iluminação

iluminação é uma parte muito importante para complementar a decoração de uma casa. A etapa exige atenção e confere requinte ao projeto. A iluminação tem de ser distribuída adequadamente, ressaltando detalhes.

Uma das funções da decoração é deixar o cômodo mais aconchegante ou, ao contrário, estimular os sentidos. O projeto de iluminação leva em conta as necessidades do cômodo, a estética e os pontos que devem ser valorizados.

9. Inclua o verde em sua casa

Para quem está construindo a casa dos sonhos, o paisagismo não pode ficar de fora. Todo bom projeto arquitetônico pensa em cada detalhe e as plantas fazem parte desse planejamento.

O paisagismo é um importante aliado para tornar residências aconchegantes, agradáveis e humanizar espaços. Além de beleza, as plantas geram bem-estar aos moradores.

Além de transformar e deixar qualquer espaço encantador, o paisagismo ainda é capaz de valorizar o empreendimento. Jardins bem cuidados proporcionam uma valorização de cerca de 10% aos imóveis.

As plantas são capazes de realçar espaços, disfarçar imperfeiçoes e até mesmo suavizar a rigidez de materiais. Quando os conceitos do paisagismo são aplicados, há um ganho para a decoração e para os moradores.

Com uma área verde é possível criar espaços de relaxamento e lazer em família, aproximando as pessoas da natureza. As plantas podem também ser usadas em áreas internas, trazendo frescor e conforto térmico para os cômodos.

Viu só como utilizar o design para montar a casa pode ser uma ótima alternativa? São alguns detalhes e uma forma de ver o conjunto que podem fazer toda a diferença no resultado. E o mais interessante é que o design é uma ferramenta que se adapta ao seu gosto e às suas necessidades.

Muito mais do que seguir regras e orientações preestabelecidas, o importante é entender como utilizar cada uma dessas dicas dentro da realidade da sua casa, cuidando para que os detalhes estejam em harmonia e que o conjunto seja o que você sempre quis.

Para ficar por dentro de outras dicas para quem está construindo a casa dos sonhos, acompanhe nas redes sociais! Estamos no FacebookInstagram e LinkedIn!

Posts relacionados