bairro residencial ou comercial

Bairro comercial ou bairro residencial: qual escolher?

Bairro residencial ou comercial? O primeiro é mais tranquilo, o que é interessante para quem está em busca de um nível de qualidade de vida mais elevado. O segundo reúne as vantagens do comércio próximo, o que é muito prático para o dia a dia.

De fato, praticidade e qualidade de vida são conceitos que sempre precisam ser considerados na hora de escolher o bairro onde morar. Contudo, se por um lado não é possível reunir em um único local todos os bons requisitos, por outro é possível adotar estratégias de vida que possam contribuir para conciliar as diferentes questões.

Portanto, confira, neste artigo, o que você deve considerar para fazer a melhor escolha para a sua família!

 

Características do bairro comercial

Para começar, vamos avaliar os prós e os contras do bairro comercial.

Praticidade

A possibilidade de fazer as compras corriqueiras sem ter de tirar o carro da garagem é um dos pontos altos de um bairro comercial. Como tudo está por perto, as providências do dia a dia podem ser tomadas à medida que as necessidades vão surgindo.

Assim, as compras no supermercado podem ser feitas quando os produtos acabam em casa, da mesma forma que a ida à farmácia ou à padaria pode ocorrer sem a necessidade de um planejamento prévio.

Isso vale igualmente para as idas aos bares, restaurantes e eventos que costumam se concentrar nos próprios bairros comerciais ou próximos a eles.

Essas são questões realmente muito práticas que ficam evidenciadas em um bairro comercial. Porém, existem outras características desses locais que também precisam ser destacadas.

Adensamento urbano

A começar pelo adensamento urbano, que é elevado nas regiões comerciais. Ali, milhares de pessoas compartilham um mesmo quarteirão, a maioria vivendo em edifícios com vários apartamentos. Ao mesmo tempo, o espaço também é compartilhado por empresas de todos os tipos, para onde fluem pessoas de diferentes características e formações.

Com isso, os bairros comerciais se transformam em locais com aspectos múltiplos, que não contribuem para que seja formada uma identidade específica do lugar.

Segurança

Ainda, é preciso considerar que a grande concentração de pessoas torna o bairro comercial bastante dependente do poder público no que diz respeito à segurança. Considerando que atualmente a segurança pública não vive o melhor momento no Brasil, esse é um aspecto que precisa ser visto com especial atenção.

Afinal, os bairros comerciais, pela própria natureza, são locais mais expostos à presença de todos os tipos de pessoas.

Trânsito e poluição

Os bairros comerciais são locais de trânsito mais intenso e onde a emissão de ruídos e geração de resíduos de todos os tipos também ocorrem com maior intensidade. Pensando nisso, o sossego e a boa qualidade ambiental, definitivamente, não são as melhores características desses lugares.

Investimento e valorização

Também é importante destacar os aspectos de investimento e de valorização que existem no bairro comercial. Como esses são locais mais disputados, geralmente os preços ali atingem os valores mais elevados das cidades.

Vale destacar que, como os valores praticados nesses bairros já são mais elevados, a perspectiva de valorização futura é menor, se comparado ao que ocorre em um bairro residencial.

Características do bairro residencial

Seguindo uma linha de raciocínio semelhante, porém adotando uma perspectiva um pouco diferente, vejamos o que ocorre no bairro residencial.

Qualidade de vida do bairro residencial

Quem vive em um bairro residencial precisa adotar algumas estratégias para executar as tarefas do cotidiano. Por exemplo, para que as compras possam ser realizadas de maneira conveniente, é útil fazer um planejamento que defina dias e horários para os deslocamentos até o comércio.

Contudo, é possível que esse tipo de cuidado não chegue a representar um transtorno, necessariamente. Sobretudo quando consideramos os aspectos que contribuem para que a qualidade de vida nos bairros estritamente residenciais seja muito mais elevada no que nos bairros comerciais.

Adensamento urbano

Os bairros residenciais onde existem exclusivamente casas, como ocorre em um condomínio fechado, têm baixo adensamento urbano. Assim, milhares e milhares de metros quadrados servem para abrigar um número limitado de famílias, o que proporciona a todos moradores muito espaço para viver bem e com conforto.

De modo geral, os moradores dos bairros residenciais mantêm padrões de vida mais próximos entre si, o que favorece a criação de uma identidade local e do sentido de pertencimento ao lugar, que as pessoas desenvolvem com relativa facilidade. Essa é uma característica importante para qualquer família, mas é de especial interesse para as famílias com filhos pequenos ou adolescentes.

Certamente, enquanto em um bairro comercial a convivência na rua deve ser bastante limitada, em um bairro residencial as crianças e os jovens têm maior liberdade para saírem para todos os lados. Isso facilita a sociabilidade e favorece o desenvolvimento pessoal deles.

É importante considerar que é dessa forma que as boas relações se constroem e que as referências de vida são criadas.

Segurança

Toda essa liberdade é possível porque os bairros residenciais tendem a ser mais seguros do que os comerciais. Como não atraem tantas pessoas, é mais fácil perceber a presença de estranhos.

Além disso, com a união de interesses que muitas vezes se forma em um bairro residencial, é possível criar expedientes próprios de segurança que não dependam exclusivamente das iniciativas públicas. Há locais, inclusive, que o acesso de moradores e de visitantes é monitorado permanentemente, como acontece nos condomínios fechados.

Meio ambiente

Menos adensados, nos bairros residenciais, o trânsito pesado, o barulho e a poluição do ar são substituídos por mais áreas verdes, por ar puro e pela tranquilidade que é característica dos lugares onde o meio ambiente é mais equilibrado.

Investimento e valorização

Os bairros residenciais oferecem uma ótima relação entre o custo dos imóveis e o benefício que eles podem proporcionar como moradias, o que é um aspecto bastante favorável aos investimentos que são feitos ali. Além disso, há uma perspectiva de valorização maior do que a dos bairros comerciais, cujos valores já estão próximos ao limite e onde as variações de preço são menos prováveis.

Nesse ponto, vale destacar os locais residenciais que são criados nas áreas de expansão urbana, onde as facilidades de investimento, inclusive com financiamentos, e as possibilidades de valorização são ainda maiores, podendo acontecer a médio prazo.

 

Como escolher entre bairro residencial ou comercial

Verificados os diferentes estilos de vida proporcionados aos moradores ao eleger a região para morar, a questão é saber como definir a melhor localização.

Listamos e explicamos, a seguir, os principais pontos a se considerar:

Observe a rotina da família

Quais os principais deslocamentos realizados por todos os membros da família diariamente? Colégio, cursos, academia, escritório etc. Tudo deve ser considerado na hora de ponderar acerca do bairro onde morar.

A distância, embora seja aspecto de grande peso, não deve ser a única condição. As vias de acesso e o trânsito são elementos de igual importância. Pode ser mais vantajoso, por exemplo, escolher um bairro que, mesmo mais afastado dos seus destinos, ofereça caminhos sem grandes engarrafamentos, em comparação àqueles que, embora próximos aos destinos, têm caminhos congestionados durante horários de pico.

Caso a decisão, no entanto, seja pautada na mudança de rotina, em busca de tranquilidade, segurança e mais espaço, o ideal é pensar em como o novo imóvel pode oferecer resposta às necessidades e desejos. Ao optar por um condomínio horizontal com estrutura de lazer completa, por exemplo, é possível substituir a natação na academia pelo uso da piscina do empreendimento.

Analise a valorização do local

A aquisição de um imóvel é também um investimento, mesmo que seja para viver com a família.

Bairros comerciais, como já dissemos, costumam ser mais vulneráveis quando o assunto é segurança, tanto pela alta concentração de pessoas quanto pela maior dependência de ações governamentais. Essa situação, com o passar dos anos, pode gerar impactos negativos no valor dos imóveis da região.

Todavia, bairros residenciais que já contam com construções de alto padrão indicam boas oportunidades de negócio, pois tendem a se valorizarem com o tempo. Assim, você garante retorno e maior liquidez numa eventual revenda, um benefício que se estende quando os objetivos são aumentar o patrimônio e assegurar o futuro da família.

Pense no conforto

Este fator tende a ser negligenciado, mas é de extrema importância para escolher um imóvel agradável e confortável.

O tipo de imóvel pode influenciar a rotina e impactar na felicidade no lar. Como? Apartamentos em áreas comerciais de alto padrão tendem a ser menores que as casas em regiões residenciais. Além disso, eles oferecem menos privacidade aos moradores.

Em áreas comerciais, barulhos — seus e dos vizinhos, separados apenas por uma parede, piso ou teto — são ouvidos com maior facilidade. Os barulhos de fora do prédio representam outra grande fonte de desconforto. Circulação de pessoas, automóveis, alarmes das entradas de garagem são apenas alguns dos sons da cacofonia urbana, que tendem a ser contínuos — apenas reduzidos durante a noite.

A solução? Escolher um lote e construir uma casa, opção que apresenta inúmeros benefícios para quem opta pelas regiões residenciais em desenvolvimento. Você seleciona o local e aproveita as melhores vistas, luminosidade e circulação de ar, elaborando um projeto residencial personalizado, com o design e estilo que mais lhe agradam, por dentro e por fora.

A opção por soluções sustentáveis é outra fonte que pode render uma boa economia adiante, incluindo a instalação painéis solares, sistemas de captação e reutilização da água da chuva,

Não vamos nos esquecer da possibilidade de ter uma área externa particular em áreas residenciais, incluindo todos os itens que mais agradem a sua família, como horta, jardim, churrasqueira, piscinaárea gourmet e tantas outras possibilidades que façam do lar o que ele deve ser: um espaço voltado para a felicidade e paz.

Considere a estrutura do condomínio

Outro ponto importante para se avaliar na escolha entre bairro residencial ou comercial: a estrutura. Um condomínio de casas de luxo tem, somada à infraestrutura (água, esgoto, eletricidade e walkability), sistema de segurança reforçado, oferecendo aos moradores a tranquilidade almejada, dentro e fora do lar. Imagine poder deixar os filhos andarem pelo espaço sem preocupação?

O acesso à natureza merece igual atenção. Existem condomínios que oferecem amplas áreas verdes dentro do próprio espaço, criando ambientes perfeitos para a contemplação e prática de esportes e outras atividades, como corridas, yoga, meditação ou até mesmo um belo piquenique junto à família.

Portanto, diante da análise acima, retornamos à nossa afirmação inicial: por um lado, é possível dizer que a vida em um bairro comercial conta com maior praticidade, enquanto a qualidade de vida é mais favorecida em bairros residenciais.

Observando os aspectos de investimento em ambos, com base no que foi dito neste artigo e considerando o que você deseja para si e para sua família, estamos certos de que encontrará a resposta mais adequada.

Ainda em dúvida entre bairro residencial ou comercial? Confira nosso artigo com as 7 principais vantagens de morar em um condomínio com uma boa estrutura de lazer para fazer a sua escolha!

Posts relacionados