Horta em casa

Horta em casa: quais são as hortaliças mais indicadas para cultivar em casa?

Há quem diga que a boa saúde começa no prato. Faz sentido pensar assim, já que nossa alimentação é o principal combustível para viver. Uma tendência que vem ganhando espaço na atualidade é a da horta em casa, uma forma prática, saudável e econômica de garantir a inclusão de alimentos orgânicos na dieta.

O que muita gente não sabe é que montar um jardim com belas hortaliças para consumo próprio é fácil, bastando um pouco de cuidado na escolha dos vegetais e no cultivo. Quer saber em quais sementes e mudas investir? Descubra agora mesmo em nosso post!

Thai Residence

Por que investir em uma horta em casa?

O universo das hortaliças é enorme. São diversas espécies para atender aos mais variados paladares, fornecendo ingredientes para entradas, pratos principais e sobremesas de dar água na boca.

O que seria da pizza sem os tomates e folhinhas de manjericão fresco, da saladinha sem alface ou da broa de milho sem sementinhas de erva doce? E mesmo que você não aprecie essas opções específicas, certamente lembra de outras tão ou mais deliciosas, como plantas e ervas comestíveis.

Uma horta em casa é a maior garantia que alguém pode ter sobre a qualidade e a procedência dos seus alimentos. Vieram da sua própria terra, colhidas — em muitos casos — minutos antes de estarem à mesa.

Também vale mencionar a importância do trabalho com a terra. Hoje em dia passamos tanto tempo conectados aos aparelhos eletrônicos e salas fechadas com climatização, que a realização de uma atividade básica como essa ajuda a se reconectar com o básico da vida, melhorando a sua qualidade.

Para quem tem ou deseja ter filhos, é a chance de levar à nova geração o cuidado com a alimentação e com o próprio mundo à nossa volta, valorizando mais a natureza e mostrando na prática o valor da ecologia e da sustentabilidade.

E, se tudo isso não fosse suficiente, é ainda muito prático e fácil ter algo fresco para comer sempre à mão.

Quais os cuidados para se ter uma horta?

Plantas precisam de espaço, terra, sol, água e oxigênio, ou seja, coisas muito fáceis de se conseguir. O tipo de solo ajuda a garantir a qualidade na germinação e no produto final, valendo sempre contar com adubação orgânica (que tal começar uma composteira?) para conseguir enriquecê-lo.

Para manter as plantas saudáveis, é preciso regar os canteiros. Existem soluções inteligentes que tornam o processo automático. Mas essa também pode ser a oportunidade de incluir uma tarefa simples e fácil na rotina de crianças e adultos: molhar as plantas de manhã e/ou no fim da tarde.

O sol é elemento fundamental, mas precisa ser controlado para que o calor excessivo não acabe matando as hortaliças mais frágeis. Quem não tem tempo, ou está iniciando a jornada e quer ajuda na tarefa, pode contar com os serviços de um jardineiro especializado, principalmente para evitar e controlar pragas que podem se desenvolver.

 

Quais são as hortaliças mais indicadas?

Local escolhido, canteiros ou vasos já prontinhos, agora é hora de escolher as hortaliças. Existem três dicas preciosas para garantir sucesso e animação. A primeira é eleger espécies de fácil cultivo e com diferentes períodos de colheita. Rabanetes, por exemplo, são bem rápidos e você fica com a sensação de vitória, animado para continuar em cultivos mais longos e complexos, como o brócolis, que pode levar mais de cem dias.

A segunda dica é: escolher alimentos que você e sua família gostem e se aventurar com algumas novas espécies para variar. E a terceira: investir em boas sementes ou mudas orgânicas.

Separamos a seguir algumas das plantas mais populares e algumas outras para você conhecer e incluir no cardápio. Veja quais são elas!

Alface

Principal ingredientes de saladas, também pode ser usada para sopas, aproveitando ao máximo cada pé. O ideal é plantar nas épocas de clima ameno (18 a 25 graus) e o tempo de colheita varia entre as espécies.

Tomate

Ingrediente usado para diversos preparos e com muitas variedades (cereja, italiano etc.), o tomate é uma espécie trepadeira e precisa ser direcionada para crescer sem quebrar. O ideal é plantar no final do verão, aproveitando o calor para gerar mudas fortes e prontas para frutificar.

Coentro

Há quem torça o nariz para o coentro (ótima combinação para peixes e frutos do mar), mas essa é uma planta importante, pois, quando plantada entre canteiros, ela tem função de afugentar algumas pragas por conta do seu cheiro forte. Ela também é usada como remédio, quando misturada com água e borrifada em plantas tomadas por pulgões e cochonilhas.

Cheiro Verde

Salsa e cebolinha, uma deliciosa combinação de temperos para proteínas e carboidratos variados. Ambas podem ser plantadas em qualquer época do ano e preferem solo sempre irrigado. E mesmo que sejam boas companheiras no prato, devem ser plantadas separadamente.

Cenoura

Cenouras são tubérculos, ou seja, crescem embaixo da terra (como batatas e beterrabas), precisando de canteiros mais fundos e solo sem detritos que impeçam o seu desenvolvimento. A colheita não deve atrasar muito, pois quanto mais tempo na terra, mais elas ficam fibrosas e sem gosto.

Ora-pro-nóbis

Conhecida há muitos anos como a carne dos pobres (apresenta 25% de proteína), a ora-pro-nóbis é uma plantinha maravilhosa que caiu no esquecimento. Adaptável a diferentes tipos de solo e robusta para aguentar variações no clima, ela tem lindas flores e folhas recheadas de propriedades benéficas, podendo ser usada para cozidos, pães e chás.

Capuchinha

Outra hortaliça pouco conhecida, mas que merece espaço na sua horta, a capuchinha (também conhecida como chagas, flor de sangue e agrião-do-México) é uma plantinha florida e alegre, da qual folhas, flores e sementes podem ser consumidas cruas. O sabor lembra o agrião e as flores têm um toque de doçura inusitado.

Rasteira, ela se espalha facilmente, além de ser resistente à seca. Assim como o coentro, é uma boa vizinha quando o objetivo é manter pragas longe.

Agora que você já sabe quais as plantas escolher para montar a sua horta em casa, hora de arregaçar as mangas e começar o trabalho. Você com certeza se surpreenderá com o efeito terapêutico do cuidado com as plantas e com a animação para cozinhar com ingredientes frescos, cultivados por você.

Quer outras dicas para melhorar a qualidade de vida, sua e da família, bem como artigos sobre decoração e reforma para deixar o seu lar cada vez melhor? Então siga a gente nas redes sociais! Estamos no Facebook, no Instagram e Twitter!

Posts relacionados