7 ideias de brincadeiras ao ar livre para crianças

7 ideias de brincadeiras ao ar livre para crianças

Brincadeiras ao ar livre são tudo de bom! Além de promover a socialização entre as crianças de todas as idades, elas permitem que se divirtam e gastem muita energia sem sujar ou bagunçar a casa. Por isso, é importante abrir as portas para deixar que curtam a infância e aumente a qualidade de vida!

Adultos também são bem-vindos nesse universo lúdico, para desestressar e criar ótimas memórias de felicidade em família. Afinal, todo mundo tem um lado criança que precisa ser alimentado de vez em quando.

Quer saber o que as crianças (e você) podem fazer para aproveitar o quintal e as áreas comuns do condomínio? Confira algumas ideias de jogos e atividades diversos para animar o lazer da garotada!

1. Pular corda

Essa é uma das brincadeiras ao ar livre mais clássicas e sem maiores restrições para diferentes idades. É possível brincar sozinho ou em grupo, bem como usar o tronco da árvore mais próxima como uma mãozinha extra da natureza quando só houver duas pessoas dispostas (um dos pais com a criança ou irmãos, por exemplo).

O nível de dificuldade pode ser ajustado de acordo com a idade e a experiência dos participantes, variando a velocidade e o tamanho do círculo formado pela corda. Para trabalhar a coordenação motora, o jogo com duas cordas é ideal — uma mão gira no sentido horário e a outra no anti-horário.

Existem também antigas cantigas que garantem ainda mais diversão e despertam a atenção, propondo coreografias e desafios enquanto pulam:

“Um homem bateu em minha porta,

E eu abri.

Senhoras e senhores, ponham a mão no chão. (Jogador encosta a mão no chão)

Senhoras e senhores, pulem num pé só. (Jogador pula em um só pé)

Senhoras e senhores, deem uma rodadinha. (Jogador gira no próprio eixo)

E vá pr’o olho da rua! (Jogador sai)”

Os menores podem começar brincando de cobrinha, feito com a corda no chão serpenteando e os jogadores passando de um lado para o outro sem tocá-la ou, então, reloginho, no qual uma pessoa no centro gira a corda e as pessoas em volta pulam para não serem tocadas por ela.

2. Bolhas de sabão

Quem era criança na década de 1980 provavelmente se lembra da bonequinha que soltava bolhas de sabão e como era divertido correr no parquinho com seu próprio aro e potinho com água e sabão.

Agora é hora dos seus filhos e sobrinhos fazerem a sua chuva de bolas de todos os tamanhos, observando os pequenos arco-íris se formando e o estouro quase mágico. O melhor é que essa é uma brincadeira ao ar livre muito simples: basta um aro do tamanho desejado (pode ser um pedaço de arame, fio ou um plástico) e um recipiente com água + sabão (detergente ou shampoo) onde caiba o aro.

Agora, é só ter espaço para correr e formar muitas bolhinhas, bolhas e bolhões!

3. Caça ao tesouro

Crianças adoram uma aventura e, se puderem conquistar um prêmio no final, melhor ainda! Só que em vez de deixá-las apenas na sala de TV ou em frente ao computador, vendo ou realizando conquistas virtuais, que tal aproveitar a área do condomínio fechado para criar um mapa da caça ao tesouro?

Essa é uma boa atividade tanto para datas especiais (Páscoa, Natal) quanto para aproveitar uma bela tarde de verão — seja no fim de semana, seja durante as férias escolares. Quando se está em um condomínio com outras crianças, é possível organizar a brincadeira com várias famílias. Para aumentar a diversão, aproveite a própria estrutura que o condomínio oferece. Imagine só que bacana ter um labirinto para fazer a caça ao tesouro?

Mas não deixe de informar à administração, para não correr o risco de o baú com os prêmios ser levado durante a limpeza ou ocasionar algum problema em relação à segurança (embrulho estranho em local pouco comum). Depois, faça um lindo mapa, recheado de informações e tarefas que a criançada deve conquistar para chegar ao prêmio.

No final, celebre a vitória com um lanche especial ou um piquenique!

4. Show de talentos

As crianças têm talentos ou aptidões que gostariam de mostrar e dividir com as pessoas? Ou, talvez, você queira alimentar em seus filhos a busca pela veia artística ou apenas ajudá-los a se expressarem mais? Um show de talentos pode ser a oportunidade de todos colocarem a imaginação em prática e desenvolver diversas atividades, desde a produção do evento (organizar o espaço e o palco, fazer a divulgação) até a apresentação em si.

É importante que todos os participantes, estejam eles embaixo dos refletores ou nos bastidores, sejam plenamente reconhecidos e valorizados pelas suas respectivas colaborações para o resultado final. Pode ser distribuindo medalhas, certificados ou prêmios, sem competições. Afinal, o que vale a pena é se divertir ao ar livre e aproveitar a estrutura do condomínio para o lazer e a socialização.

5. Empinar pipa

Essa é uma daquelas brincadeiras que passam gerações sem perder a graça. Que tal deixar as crianças curtirem um belo dia de sol e vento para enfeitar os céus com pipas de longas rabiolas coloridas?

É possível comprá-las nos mais diferentes modelos, tamanhos e estampas ou ensinar o que seu pais lhe ensinaram — para fazer uma pipa única e especial.

Existem vídeos na internet explicando diferentes manobras e dando as mais diferentes dicas para construir ou melhorar a pipa.

Só fica o aviso: nada de cerol (cola mais pó de vidro passada no fio da pipa), que pode causar sérios acidentes.

6. Cabo de guerra

Quer uma atividade que demonstre para os pequenos como a união faz a força? O cabo de guerra é perfeito para isso! Uma longa corda (pode ser aquela que você usará para pular) marcada no meio com um lenço colorido, dois times e uma marca no chão, onde o meio da corda também deve estar.

O primeiro time que conseguir puxar pelo menos um dos adversários para o seu lado da marca vence. Essa brincadeira é legal quando se tem muitos participantes, que devem ser divididos de acordo com tamanho e força. Apenas cuidado com os muito pequenos, que ainda não possuem muita coordenação motora e podem acabar sendo machucados por outro integrante ao cair no chão. É preferível que eles fiquem apenas na torcida.


7. Guerra de água

Calor lá fora e todos precisam de um refresco? Faça uma guerra de água! Pode ser com pistolas ou armas de jato, bem como simples balões de encher. A brincadeira não precisa ter vencedores ou perdedores, apenas o objetivo de passar o tempo e melhorar a sensação térmica.

A brincadeira pode ser no quintal ou no jardim da casa, mas também nas áreas comuns. Algumas raças de cachorro (como os golden retrievers e labradores) amam brincar com água e podem ser parceiros. Apenas atenção para ser um espaço um pouco mais reservado, evitando que outras pessoas que não tenham nada a ver com a brincadeira sejam atingidos.

Agora é só combinar com as crianças para começar a testar cada uma dessas brincadeiras ao ar livre e inventar outras tantas para aproveitar a casa e o condomínio para a sua felicidade, saúde e bem-estar!

Quer ajudar outros pais e mães a também elaborarem seu arsenal de atividades para aproveitar o sol lá fora? Compartilhe este material nas suas redes sociais e não deixe de marcá-los para conhecer essas ideias para a diversão nas folgas e férias!

Posts relacionados