Ladrilho hidráulico é mesmo uma boa opção? Descubra que sim!

Ladrilho hidráulico é mesmo uma boa opção? Descubra que sim!

Na hora de construir ou reformar, as opções de revestimento são inúmeras e capazes de agradar a todos os gostos. Mas se tem um material que pode ser considerado unanimidade é o ladrilho hidráulico.

Parecido com o azulejo, porém mais resistente e charmoso, o ladrilho hidráulico é uma boa opção e uma tendência quando o assunto é revestimento. Afinal, ele tem se mostrado como uma alternativa que alia custo-benefício e elegância.

A versatilidade dessa peça é tamanha que ela pode ser usada em banheiros, cozinhas, jardins e áreas internas e externas, servindo tanto de piso quanto de revestimento para paredes, graças à sua resistência e ao seu poder de deixar a casa ou escritório ainda mais aconchegantes. Ainda, proporciona a mistura entre o antigo e o moderno, flertando com o estilo retrô.

Ficou interessado em saber se o ladrilho hidráulico é uma boa opção? Então, acompanhe este guia que nós preparamos para você e fique por dentro das principais informações sobre esse material que já é tendência no mundo da decoração!

Inovamos em tudo

O que é ladrilho hidráulico?

Esse ladrilho é composto basicamente de cimento e produzido com maneira artesanal. Comumente em formato quadrado, é feito um a um, tendo alta resistência e durabilidade.

No seu processo de produção, a peça passa por uma prensa e depois precisa descansar por oito horas dentro da água. Por isso, ganha o nome de ladrilho hidráulico.

Outra curiosidade é que, ao contrário de outros materiais, como mármore e cerâmica, não sofre processo de cozimento.

Quando ele surgiu?

Historicamente, a presença massiva dessas peças surgiu no século XIX, principalmente nos palácios europeus. Porém, criados no intuito de expressar arte, cultura, acontecimentos históricos e religiosidade, os ladrilhos hidráulicos são fabricados desde o século IX e mantêm até hoje o seu processo de produção.

No Brasil, as primeiras fábricas teriam surgido no final do século XIX, em São Paulo. Elas eram conduzidas por italianos, que aprenderem a técnica de fabricação com um cônsul suíço. O material era uma alternativa aos ladrilhos importados, que tinham um custo mais elevado.

Apesar de ter ficado esquecido na arquitetura por quase um século, o uso do revestimento foi retomado em meados de 1920, sendo deixado de lado novamente por volta de 1950. Mas, por ser considerado versátil e elegante, veio à tona novamente, e hoje é visto como uma tendência de décor.

Qual a diferença entre ladrilho hidráulico e azulejo?

Muitas vezes, os materiais são confundidos, mas têm características diferentes. O azulejo apresenta pouca espessura e tem um dos lados brilhantes, devido ao esmalte da peça. É impermeável e fabricado em larga escala.

Já o ladrilho hidráulico é feito de maneira artesanal, portanto, mais personalizado. É poroso e não necessita de rejunte, como o azulejo, pois não sofre dilatação. Porém, precisa passar por um processo de impermeabilização.

Todos os ambientes da sua casa!

Quais os principais estilos de ladrilhos hidráulicos?

Apresentadas como uma boa opção na hora de escolher um revestimento, essas peças podem ser encontradas em diversos estilos no mercado, do tradicional ao mais extravagante. Esse é exatamente um dos pontos positivos dos ladrilhos, pois eles permitem que a decoração seja personalizada.

Na hora de selecionar a estampa, é preciso levar em consideração o ambiente de aplicação e, é claro, o estilo de quem vai fazer uso desse local. Entre as possibilidades de escolha, podemos citar alguns exemplos:

  • tradicional: tem estampas que formam desenhos ao serem colocadas lado a lado. Conta com cores mais amenas, como os azulejos portugueses;
  • geométrica: mais monocromáticas, as peças têm características do estilo retrô;
  • psicodélica: são as preferidas de quem tem um estilo mais descolado e quer dar um toque “atrevido” à decoração;
  • floral: coloridas, essas peças combinam mais com a cozinha, dando sobriedade e leveza ao ambiente.

Quais as vantagens de usar o ladrilho hidráulico?

Por ser um material poroso, feito à base de cimento, o ladrilho hidráulico tem alta resistência e durabilidade, permitindo uma certa flexibilidade no seu uso. Portanto, pode ser aplicado com um objetivo estético, em acabamentos de tampos de mesas, ou pode ser utilizado como piso ou revestimento para parede, em áreas secas ou úmidas. Assim, seu uso é bem-vindo em salas, cozinhas, banheiros, churrasqueiras e terraços.

Devido à sua resistência ao impacto e desgaste, também é indicado para áreas com grandes fluxos, como estacionamentos, praças, calçadas e bordas de piscinas. Afinal, a sua característica antiderrapante oferece segurança mesmo quando o ladrilho está molhado.

Em quais lugares ele pode ser usado?

Como já mencionado, o ladrilho hidráulico é uma boa opção justamente pela sua versatilidade. Então, o limite é a sua criatividade. Contudo, entre os locais mais comuns de aplicação, estão o banheiro e a cozinha. Confira mais detalhes.

Cozinha

Nesse ambiente, a opção mais frequente é por faixas de ladrilho. Além de revestir, elas se tornam uma peça decorativa, que promete dar personalidade e estilo à cozinha.

Esse formato de uso, pode dar-se tanto no piso quanto na parede. As estampas a serem escolhidas vão depender do gosto e da intenção de quem faz uso dos ladrilhos.

Outra opção é escolher uma parede da cozinha para aplicar o material, o que resulta em um ambiente mais colorido e descontraído.

Banheiro

Assim como em qualquer outro ambiente, é necessário pensar na harmonização com a louça, a iluminação e os móveis.

O ladrilho hidráulico pode ser usado para compor algum detalhe ou para revestimento. Aí vale voltar ao item dos tipos de estampas e escolher as opções que combinam mais com o seu estilo, usando a criatividade e o bom senso.

Como deve ser aplicado?

Por ser uma peça artesanal, apresentar diferenças na espessura e contar com características diversas de outros materiais mais comumente utilizados na construção civil, é indicado que a colocação do ladrilho seja realizada por profissionais com experiência. Assim, será possível fazer de forma adequada o nivelamento a partir da argamassa colante.

Ainda é preciso estar ciente de que, quando a aplicação ocorre no chão, o contrapiso precisa passar por um processo de impermeabilização, para evitar manchas causadas pela umidade do terreno. Como vimos, as peças dispensam o uso de rejunte, pois sofrem baixa dilatação.

Assim como a instalação, a limpeza e a manutenção diária podem ser feitas de maneira ágil, fácil e barata, apenas com o uso de um pano úmido. Porém, uma vez por ano, recomenda-se a aplicação de uma resina hidrofugante, para auxiliar na preservação das características do ladrilho hidráulico.

Agora que você já sabe que o ladrilho hidráulico é uma boa opção, que tal aprender a fazer um banheiro planejado? Para isso, basta conferir mais um de nossos posts!

Comentários