Kokedama

Saiba o que é a kokedama e como fazer os seus arranjos

Você conhece o kokedama? Uma técnica japonesa para criar arranjos esféricos e suspensos em bolas de musgo. Pode ser feito com vários tipos de plantas e está em alta no paisagismo de interiores, deixando ambientes bonitos e charmosos.

A kokedama é feita com uma mistura de terra e substrato, coberta de musgo. Nessa bola é afixada uma planta e passa por uma amarração para que fique estável e firme. Com a técnica é possível aproveitar espaços, já que o arranjo fica suspenso.

Se você quer entender mais sobre kokedama, aprender a fazer e ter outros cuidados, precisa ler este artigo. Confira a seguir sobre essa decoração que está entre as tendências para deixar sua casa linda.

Simulador Laredo

O que é a kokedama?

Koke significa bola e dama quer dizer musgo. Logo, literalmente, kokedama é uma bola de musgo. A técnica surgiu no Japão, como uma alternativa do bonsai. É uma peça decorativa ideal para interiores, que facilita em caso de pouco espaço.

Essa esfera ornamental pode ser usada pendurada no teto, janelas, varandas, ou serem colocadas em um prato para enfeitar em cima de móveis. Ela combina com qualquer cômodo, até mesmo no banheiro e cozinha, trazendo um pouco de natureza e enfeitando os espaços com muito bom gosto.

É um arranjo flutuante, onde o musgo envolve a raiz da planta e atua como um vaso. Assim, a decomposição do material que envolve a espécie fornece nutrientes, capazes de deixar a planta muito mais forte e bonita. Além de tudo, é um enfeite sustentável.

Como fazer a kokedama?

Pode parecer complicado, mas preparar a kokedama é muito simples. A proposta é envolver as raízes da planta com terra, musgo e outros ingredientes, modelando para que fique redonda. Para poder fazer a sua kokedama, você vai precisar dos seguintes materiais:

  • planta escolhida;
  • pedras pequenas;
  • musgo seco ou vivo;
  • substrato;
  • areia;
  • barbante ou linha;
  • tesoura.

Comece retirando a planta do vaso e limpando bem a areia na raiz, tomando cuidado para não machucar o vegetal. Separe uma porção de musgo e umedeça bastante para envolver a raiz. É ele que vai garantir a umidade e a absorção de nutrientes.

Agora, misture o substrato, a areia e um pouco de água para formar uma massa que deve ser modelada junto à planta, até que vire uma bola. Depois, envolva essa estrutura novamente com musgo, pressionando para que se fixe.

Finalize contornando com linha ou barbante, como se fosse um novelo de lã. É preciso deixar um pedaço para que o arranjo seja pendurado onde você desejar. Contudo, o adorno também pode ficar em cima de um suporte, caso prefira.

Após ficar pronto, mergulhe a esfera em uma bacia com água e deixe por cinco minutos. Tome cuidado para que somente a bola fique submersa, sem que a planta também afunde. Repita esse processo a cada cinco dias até que o musgo fique bem fixado.

Quais plantas escolher para a kokedama?

Qualquer tipo de planta pode ser usada. Entretanto, como é uma peça para decoração de interiores, a escolha deve considerar os tipos que não necessitam de luz solar direta. Até porque os musgos se desenvolvem melhor em sombras.

Além disso, a kokedama fica melhor com plantas pequenas ou médias, por questões de estética com o tamanho da bola. Por isso, as espécies mais utilizadas no arranjo são:

  • orquídea;
  • jade;
  • suculenta;
  • begônia;
  • jiboia;
  • cactos;
  • lamabari;
  • samambaia.

Dependendo da espécie que você vai usar, os materiais podem sofrer alterações. Uma planta como a orquídea, requer um substrato fibroso e casca de pinus para promover areação. Já suculentas e cactos devem ter o substrato apenas na forração da superfície externa, pois os musgos já absorvem bastante água e essas são plantas de clima árido.

Para criar uma decoração de interior bem interessante, experimente pendurar diversos tipos de plantas em kokedamas de formatos diferentes. O efeito visual é muito bom e capaz de embelezar qualquer lugar.

Todos os ambientes da sua casa. E-book Grátis.

Como cuidar da kokedama?

No começo, é necessário prestar mais atenção para verificar se a planta se adaptou bem ao ambiente. Ela vai dar os sinais, ficando mais murcha ou menos verde, caso não esteja em um local adequado. Se isso ocorrer, mude de lugar.

A bola de musgo é um arranjo muito fácil de ser cuidado. A única diferença entre cuidar de uma planta em uma kokedama é a maneira de se regar. Para isso, será necessário mergulhar a bola em uma bacia com água, deixar por cinco minutos e retirar.

Para adubar, basta diluir o adubo no balde. Ao ser mergulhada, a planta vai receber a quantidade necessária de nutrientes para que continue bonita. É necessário fornecer adubo a cada 90 dias.

Uma segunda alternativa é usar um borrifador, direcionado a água diretamente na base da kokedama. É preciso umedecer bastante, para que chegue até a terra e as raízes. Você ainda pode usar um regador para molhar diretamente o caule e a raiz da planta dentro da kokedama, tomando cuidado para não colocar muito e não encharcar o vegetal.

Para borrifar ou regar, deixe um prato na parte inferior do ornamento ou leve a planta para uma área externa. Isso evita que sua casa fique molhada ou com restos de terra após o procedimento.

A frequência da rega depende do tipo de planta escolhida. As suculentas e cactos precisam ser regados apenas uma vez por semana. As tropicais precisam ser molhadas a cada dois ou três dias. Outras espécies variam, de acordo com suas necessidades.

Mantenha a sua kokedama em iluminação indireta na maioria do tempo. Contudo, de vez em quando, ofereça a ela a luminosidade direta do sol. A frequência deve ser avaliada, de acordo com as necessidades de cada espécie.

Os adornos feitos com kokedama são uma verdadeira arte e transmitem sensações agradáveis para quem frequenta o espaço. Comece a colocar a técnica em prática e veja como fica cada vez mais fácil cultivar esse arranjo japonês em casa.

Agora que já sabe mais sobre kokedama, queremos saber a sua opinião sobre esse ornamento oriental. Deixe seu comentário aqui no post e nos conte se já experimentou e como ficou o resultado.

Comentários