Fique por dentro dos diferentes tipos de madeiras nobres

Fique por dentro dos diferentes tipos de madeiras nobres

Há diversos tipos de madeiras nobres que são comercializadas para diferentes finalidades. Esse material é usado de acordo com os estilos de decoração. A variedade é tão grande que, muitas vezes, fica até difícil escolher.

A questão é que há espécies apropriadas para serem aplicadas em estruturas na construção civil e há outras usadas na parte decorativa e funcional de um ambiente. Por isso, o material pode ser visto em portas, janelas, forros, painéis, móveis, assoalhos, venezianas e até em objetos de decoração.

As madeiras nobres têm características específicas que as tornam mais resistentes. Para entender sobre o assunto e ver os tipos disponíveis e sua aplicação, continue a leitura do artigo.

Simulador Laredo

Características das madeiras nobres

Ficaram conhecidas como madeira de lei, por causa do período de colonização, quando só podiam ser extraídas com autorização da Coroa Portuguesa. São materiais com maior valor comercial, pois vêm de árvores nativas e com crescimento lento.

Essas madeiras são mais rígidas, pesadas e apresentam alta resistência e durabilidade. A produção comercial é organizada dentro da legislação vigente.

As madeiras nobres têm cores marcantes, que podem ser bege, amarelo, vermelho e marrom. Têm superfície lisa e lustrosa e, por isso, garantem um acabamento refinado. Podem ser encontradas em tamanhos diferentes e cada espécie é adequada a um tipo de aplicação.

Já a madeira comum é mais mole e menos resistente. Por isso, exige que receba um tratamento para evitar ataques de fungos e insetos. Ela tem o valor comercial mais baixo, mas também pode ser usada para diversos fins.

Principais madeiras nobres e onde devem ser usadas

Jatobá

 A árvore jatobá tem coloração marrom avermelhado e é uma das mais procuradas no mercado. Seu acabamento é impecável, por isso, é utilizada na decoração de ambientes internos, podendo estar presente em pisos, móveis e escadas.

Como é densa e tem ótima durabilidade, além de resistência à água e ao tempo, também pode ser uma opção para o uso de fachadas, decks e esquadrias. A madeira pode compor ambientes clássicos e modernos, de acordo com o projeto de decoração.

Ipê

A principal característica é a de ser uma madeira extremamente densa, sendo necessário perfurar antes de ser parafusada. Por ser tão resistente, pode ser usada na estrutura pesada da obra.

É um material indicado para ambientes externos, podendo ser usado em vigas, esquadrias, pisos, escada, forros, tábuas, tacos e pontes. Também é utilizado em partes decorativas, por proporcionar um acabamento refinado.

Cedro

É uma madeira difícil de ser encontrada, pois as árvores crescem afastadas umas das outras. É durável e resistente à umidade, por isso pode ter uso externo. Porém, é comumente encontrada em móveis, portas, janelas e instrumentos musicais.

Peroba rosa

É uma madeira bastante pesada e densa que apresenta resistência e é fácil de ser trabalhada. Além disso, tem o acabamento perfeito e coloração que varia de amarelo ao rosa avermelhado.

Tem versatilidade e pode ser usada em estruturas internas e externas. Há projetos que incluem em vigas, madeiramento para telhado, decks e pisos. Também fica muito bem em móveis e na decoração interna.

Mogno

É uma madeira encontrada em muitos projetos com acabamento fino e de alta durabilidade. Por isso, o mogno é muito usado como elemento decorativo em ambientes internos. Fica bem em móveis, adornos e detalhes.

Na construção civil, é uma opção para esquadrias, forros, portas e janelas. É uma madeira que escurece com o tempo, tem um brilho peculiar e se mantém bela por décadas.

É importante dizer que o mogno é uma madeira de exploração restrita e, por isso, de alto custo. Dessa maneira, o mercado costuma oferecer móveis com padrão mogno que, na verdade, são produzidos com outras madeiras e revestidos com uma fina camada de mogno.

Jacarandá

É uma árvore típica da costa nordestina e, atualmente, raras espécies são encontradas, estando ameaçada de extinção. Isso torna a madeira difícil de ser comercializada e, por isso, seu valor é elevado.

Já foi muito usada na fabricação de peças decorativas e móveis de luxo, instrumentos musicais e até para adornar joias.

Nogueira

Essa é uma das madeiras que oferece mais durabilidade e resistência. Além disso, tem grande versatilidade e comumente é usada para fabricação de móveis de alta qualidade. Também é encontrada em portas, janelas, assoalhos e painéis.

Pau-Ferro

Uma madeira exótica, com coloração avermelhada, que oferece alta resistência e durabilidade. No entanto é uma matéria-prima de baixa permeabilidade às soluções preservantes e, por isso, difícil de ser trabalhada. De toda forma, é muito utilizada na construção civil, assoalhos domésticos, embarcações e transportes.

Pinho

É uma matéria-prima resistente e de alto valor agregado. Trata-se de uma madeira densa e muito pesada, o que dificulta a mobilidade das peças. Tem aspecto rústico, sendo indicada para uso de mobiliário.

Camuru

É uma espécie encontrada no Norte do país e uma das madeiras mais resistentes ao desgaste do dia a dia. Só que por ser muito rígida, torna-se difícil de ser trabalhada. Justamente por isso, tem indicação para ambientes rústicos e industriais.

Manual para Decorar

Escolhendo a madeira nobre

Na hora de definir um projeto de arquitetura ou os detalhes da decoração, não basta pensar apenas no preço, mas na durabilidade que a madeira vai oferecer. Esse tipo de decisão vai além do aspecto estético.

O uso de um material adequado resulta em beleza e resistência. Por isso, escolher a madeira certa para o seu projeto é de grande importância. Essa decisão deve pesar o tipo de ambiente, pois, como falamos acima, a variedade é grande e cada espécie é indicada para uma aplicação.

As madeiras nobres são bonitas e cabem em quase todas as situações. Porém, a tonalidade da madeira varia e isso impacta na aparência. Cabe levar em conta o estilo da decoração e pensar no acabamento. Uma rústica, por exemplo, fica melhor com os veios da madeira mais visíveis. Já uma mais moderna, requer acabamento fino.

Por isso, na hora de construir, reformar ou decorar é necessário reconhecer os diferentes tipos de madeira nobre. É um material com muita variedade de propriedades, origens e usos. Quer saber mais sobre construção e decoração? Assine a nossa newsletter para ficar por dentro de tudo.

Posts relacionados