qualidade de vida na terceira idade

8 passos para incentivar a qualidade de vida na terceira idade!

Se comparado há algumas décadas, o avanço da Medicina possibilitou elevar a expectativa de vida em muitos anos. Porém, tão importante quanto alcançar a longevidade é promover condições de melhorar a qualidade de vida na terceira idade e, assim, tornar o envelhecimento mais saudável e ativo.

Nesse contexto, vamos apresentar dicas de como adaptar a casa para estimular a qualidade de vida nessa fase. Confira, então, como é possível transformar o ambiente domiciliar com algumas atitudes simples, mas que farão diferença no cotidiano e no convívio social de seu ente querido.

Agora, você vai conhecer 8 passos que tornarão a rotina do idoso mais leve, prazerosa e muito mais segura. Vamos lá?

1. Iluminar bem a casa

Como parte de um processo natural do envelhecimento, o corpo passa por alterações gradativas e, com isso, algumas funções ficam prejudicadas. Um dos sentidos que mais demonstram os sinais da idade é a visão. Por isso, é necessário ter alguns cuidados com a iluminação adequada do ambiente para evitar incidentes, como quedas, e reduzir o risco de fraturas.

Na hora de adaptar a casa para estimular a qualidade de vida na terceira idade, o investimento em boa iluminação deve ser considerado. Ter esse cuidado facilita o deslocamento, principalmente em espaços mais reduzidos, como corredores ou outros locais da casa em que o idoso pode esbarrar, tropeçar e cair.

2. Combinar objetos, móveis e cores

Ao escolher os móveis e os objetos para adaptar a casa, alguns dos fatores que merecem atenção especial são a textura e o modelo desses itens. Opte por móveis arredondados para evitar incidentes. Prefira almofadas pequenas, de tecido leve, e as deixe no sofá: além de servirem para apoio de braços e cotovelos, esses objetos auxiliam a ajustar a postura, o que reduz o risco de dores lombares.

Portanto, para adaptar o ambiente para os idosos, é preciso combinar os objetos e os móveis, não somente para seguir as tendências contemporâneas, mas também para propiciar mais saúde, bem-estar e conforto aos moradores. Além dessas questões, a escolha dos objetos é fundamental, pois a casa pode se tornar mais aconchegante e difundir uma harmonia muito mais positiva quando se explora uma combinação de texturas, luzes e cores.

3. Instalar corrimãos em pontos estratégicos

Como vimos, com o passar da idade, a visão fica comprometida. Sem uma visão eficiente, o equilíbrio também fica prejudicado. Nessas condições, o risco de quedas se torna ainda maior, pois, em alguns casos, a fraqueza muscular também compromete a mobilidade de pessoas com idade mais avançada.

Por isso, os corrimãos devem ser instalados em pontos estratégicos, a fim de assegurar melhores condições de circulação do idoso pela casa. No entanto, com um pouco de habilidade, você pode transformar esse objeto tão necessário em um recurso estético. Encontre meios de integrá-lo à decoração e dê um toque a mais de charme ao ambiente.

4. Tornar a casa mais acessível

Na idade avançada, é preciso mais atenção a alguns aspectos da casa, a fim de evitar incidentes e proteger a saúde do idoso. As limitações típicas do envelhecimento trazem algumas complicações que comprometem a mobilidade, mesmo dentro da residência. Além disso, a redução da força física torna a mobilidade reduzida. Logo, o ideal é prover meios de aumentar a acessibilidade do idoso aos cômodos da casa. Evitar o uso de escadas e instalar apoios no banheiro, no quarto e nos corredores são atitudes que ajudam a reduzir o risco de quedas.

5. Ajustar a altura da cama

Grande parte das pessoas que chegam à terceira idade não moram mais com os filhos. Como vivem em casas separadas, ainda que tenham um cuidador ou auxiliar responsável, pode ocorrer de elas ficarem sozinhas em algum momento. Tendo isso em vista, a adaptação da casa se torna ainda mais necessária.

A estrutura, a decoração e os móveis da residência devem ser pensados de modo a favorecer o bem-estar de quem já não tem tanta facilidade para se locomover ou realizar tarefas de rotina. Assim, ajustar a altura da cama é importante para auxiliar o idoso na hora de dormir. Deixe a cama em uma altura que o idoso consiga, ao sentar-se nela, apoiar os pés no chão. Facilitar o acesso à cama também reduz o estresse e a ansiedade, caso ele precise ir dormir sem ter quem o auxilie com isso.

6. Utilizar revestimentos antiderrapantes

Investir em revestimentos antiderrapantes e evitar o uso de tapetes é uma forma de proteger o idoso contra quedas e acidentes graves em casa. Com a aproximação do envelhecimento, alguns critérios precisam ser observados em relação à garantia de conforto e segurança da residência para idosos. Por isso, essas questões devem ser consideradas por eles, pelos familiares ou pelos responsáveis que ajudam no cuidado de pessoas desse grupo.

7. Ampliar as áreas de circulação

Para facilitar a locomoção do idoso na área externa da casa, deixe um espaço maior para a circulação e a realização das tarefas de rotina. Na idade avançada, muitos precisam de auxílio para se locomover ou para a execução das atividades. Deixar um espaço suficiente ajuda no conforto e deve, portanto, ser considerado ao adaptar a residência para quem apresenta limitações da idade.

8. Investir em ambientes com maior contato com a natureza

A jardinagem é uma excelente terapia para relaxar a mente, principalmente de pessoas com mais idade. Por isso, para assegurar mais qualidade de vida na terceira idade, é recomendável deixar um espaço na casa para cultivar um jardim. Além de deixar o ambiente mais agradável, cuidar das plantas ajuda a reduzir a ociosidade e contribui para a manutenção da autonomia do idoso.

Logo, um jardim na casa traz bastantes benefícios ao envelhecimento, tanto no aspecto físico como no âmbito emocional. Favorecer o contato com a natureza no ambiente domiciliar pode ser um importante diferencial para a qualidade de vida, principalmente para idosos que residem nos grandes centros urbanos.

Como você pôde perceber, a adaptação da casa é determinante para o incentivo à qualidade de vida na terceira idade, pois possibilita tornar o ambiente mais aconchegante, confortável, tranquilo e seguro. Tais fatores influenciam consideravelmente o nível de bem-estar e refletem diretamente nas condições de saúde e no aumento da expectativa de vida.

Esperamos que nossas dicas ajudem a melhorar a qualidade de vida na terceira idade! Curta o nosso Facebook e acompanhe nossas publicações!

Powered by Rock Convert

Comentários