boa convivência em condomínio

Como ter uma boa convivência em condomínio? Confira aqui!

Ao escolher a sua próxima residência, é essencial avaliar a localização e entender se aquele ponto atende às suas principais necessidades. Além disso, busque por um ambiente que traga diferenciais para o seu dia a dia, como área de lazer completa e o contato com a natureza de forma mais prática na rotina dos moradores.

No entanto, há outras questões não muito observadas no momento da pesquisa que também contribuem para a qualidade de vida elevada: a boa convivência em condomínio é uma delas!

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo com o objetivo de apresentar como alcançar esse convívio positivo e explicar as vantagens de contar com um empreendimento que se preocupa com essa questão. Boa leitura!

boa convivência em condomínio

Respeite as principais regras do condomínio

A primeira dica deveria ser óbvia, mas muitos moradores tendem a desrespeitar as regras preestabelecidas pelo condomínio, o que causa conflito entre as pessoas caso sejam prejudicadas.

Entender as principais condições já registradas em relação às áreas comuns é uma delas —  as funcionalidades existentes para que todos possam usufruir de seus benefícios não podem ser utilizadas de maneira errada e os espaços para festas devem ser reservados com antecedência.

Se você tiver um pet, também precisa compreender quais são as diretrizes do seu condomínio antes de utilizar as áreas de acesso a todos os moradores. Sempre levar um saco plástico para limpar as necessidades, além de portar coleiras e focinheira para os animais que tiverem um porte maior e representarem riscos aos demais moradores e outros animais.

O ideal é optar por um condomínio com espaços que já são destinados para o lazer do pet, oferecendo facilidades aos moradores e diversão aos bichinhos.

Não faça barulho

Essa dica vale tanto para os espaços comuns quanto para as áreas privadas. O barulho em excesso deve ser evitado em qualquer tipo de imóvel, uma vez que, além das regras do condomínio, existem também leis específicas para essa questão que costuma causar problemas entre os vizinhos.

Ao fazer uma comemoração com seus amigos e familiares, não ultrapasse os limites permitidos, mesmo em horários da tarde ou início da noite. De acordo com a lei, a regra vale para qualquer perturbação, seja de trabalho, seja de descanso.

Em relação aos animais, aqui neste tópico também podemos destacar o cuidado necessário. Se eles forem de latir excessivamente, é indicado investir em um adestramento para que possam ficar mais calmos em seu dia a dia, especialmente se ficarem na parte externa da sua casa.

Use as áreas comuns com consciência

Mencionamos sobre o respeito às regras do condomínio quanto às áreas comuns, no entanto, aqui vale o bom senso, de modo a colocar a boa convivência em primeiro plano. Na academia, por exemplo, sempre posicione os itens no mesmo local encontrado, como colchonetes e pesos.

Além disso, se você utilizá-la em um período muito movimentado, não monopolize os equipamentos, da mesma forma que essa é uma boa prática em um estabelecimento comercial. Após o uso, também é recomendável limpar os itens, deixando-os prontos para serem utilizados por outros moradores sem problema algum.

Na piscina, não entre sem passar anteriormente pela ducha. Por fim, ao utilizar o salão de festas, respeite os horários, deixe na portaria quem são os seus convidados —  para evitar constrangimentos aos profissionais, amigos e familiares —  e preocupe-se com os ruídos de seu evento. Assim, todos terão a oportunidade de se divertir e sem incomodar as pessoas que também convivem naqueles espaços.

Preze sempre pelo respeito

O respeito aos seus vizinhos vai muito além de um cordial bom dia e os cumprimentos feitos nas áreas comuns. É preciso se distanciar de fofocas e boatos que se relacionam com algum morador, principalmente se for alguma “notícia quente” referente às vidas particulares.

Além disso, caso esteja com algum problema prejudicando a sua rotina, sempre prefira o diálogo. Exponha a sua situação e já proponha uma solução para que ambos possam sair satisfeitos com o acordo.

Nas assembleias, entenda quais são os posicionamentos do condomínio e aborde o seu ponto de vista de forma clara, apresentando contra-argumentos, caso os tenham, com embasamento. Atentar ao tom de voz é outro passo a ser seguido, pois, ao expor as suas ideias falando mais alto, poderá fazer com que os outros pensem que está agressivo e deseja impor os seus dizeres.

Estilo Maui de ser feliz - Maui

Opte por empreendimentos que abracem essa ideia

Como explicamos mais acima, preocupar-se com a rotina dos moradores e com o convívio dos vizinhos não costuma estar em primeiro plano quando alguém procura uma casa para morar. Dessa forma, busque por um empreendimento que preze pela boa convivência em condomínio, cujos conceitos são desenvolvidos para facilitar essas questões.

A Laredo Urbanizadora é um empreendimento com aplicação do design de convívio  em seus condomínios para uma melhor qualidade de vida e tranquilidade fora dos centros urbanos — conceito desenvolvido pela parceira Bistrô de Inovação. Por meio dessa metodologia, os moradores contam com o sentimento de pertencimento àquele espaço, além de terem a consciência de que cada um tem a sua função dentro dele.

Também existe a preocupação de que todos possam compreender os cuidados e as responsabilidades de cada morador. Assim, é possível mudar a mentalidade individual para incentivar a pensar no coletivo.

Fazer parte de um condomínio que está atento aos pontos exemplificados permite o resgate das relações humanas, além de estabelecer a confiança dos moradores uns pelos outros. E o melhor de tudo: sempre com o cuidado de priorizar a comunicação entre as pessoas, até mesmo na etapa inicial de construir a sua próxima residência.

Neste conteúdo, você pôde entender como estabelecer uma boa convivência em condomínio. É preciso ter em mente que, ao escolher um local que traga os ganhos apresentados, você terá a chance de estar em um espaço, de fato, seu. Por outro lado, mantendo todas as suas responsabilidades para que as outras pessoas também tenham essa sensação de pertencimento.

Ficou interessado em conhecer um pouco mais sobre empreendimentos que tenham essas características? Então, veja também o material feito especialmente sobre os benefícios de um condomínio com design de convívio.

Posts relacionados