Sustentabilidade em casa: como fazer a sua parte?

Sustentabilidade em casa: como fazer a sua parte?

O cuidado com o meio ambiente é um tema que está em voga em nossa sociedade há muitos anos, uma vez que a humanidade vem criando estratégias para minimizar os efeitos do seu impacto na natureza. Diante dessa realidade, aprender como fazer a sua parte apostando na sustentabilidade em casa pode ser mais importante do que você pensava.

São as pequenas atitudes que, quando somadas, fazem a verdadeira diferença. Há ações pontuais em nossa própria residência que não dão muito trabalho e ajudam a fazer do seu lar um espaço sustentável. Continue a leitura e saiba como fazer a sua parte.

Simulador Laredo

O que é o conceito de sustentabilidade?

O conceito de sustentabilidade tem relação com o desenvolvimento sustentável, ou seja, com um conjunto de práticas, ideias e ações que sejam, ao mesmo tempo, ecologicamente adequadas, economicamente viáveis e socialmente justas, sempre respeitando as individualidades, a cultura local e, acima de tudo, o meio ambiente.

Nos dias de hoje, a aplicação da sustentabilidade vem ganhando muito espaço como uma forma de garantir a manutenção dos recursos não-renováveis do planeta. Entretanto, isso não significa impossibilitar que os seres humanos e as sociedades desenvolvam soluções para obter o seu crescimento econômico e a sua evolução tecnológica.

Os diferentes aspectos que formam esse conceito precisam atuar satisfazendo as demandas, anseios, expectativas e necessidades do presente sem comprometer as gerações futuras. Um item explorado de modo sustentável, por exemplo, poderá durar para sempre e com condições de também ser utilizado por nossos filhos, netos e assim por diante.

Qual a importância da sustentabilidade?

Como afirmado, a sustentabilidade mantém uma forte relação com a preocupação em manter condições de vida satisfatórias para as gerações futuras. Além disso, em última instância, também é uma maneira de manter o respeito com o planeta em que vivemos e com os outros seres que compartilham conosco esse habitat.

Quando pensamos na realidade brasileira, isso pode ser ainda mais importante. Sabemos que guardamos algumas das maiores e mais importantes reservas da Terra, como água, petróleo, metais nobres e a mais relevante floresta tropical do mundo: a Amazônia. Sendo assim, a nossa responsabilidade também aumenta.

Infelizmente, os nossos grandes centros urbanos, atualmente, não são mais verdes. Temos um excesso de carros, má captação de esgoto, poucos projetos efetivos de reciclagem e até lixões a céu aberto, os quais pioram a qualidade de vida de onde moramos. Por essa razão, conhecer estratégias para fazer sua casa ficar sustentável pode ser um excelente começo.

Como fazer sua casa ficar sustentável?

Procure economizar água

Muitas casas têm projetos ineficientes do ponto de vista hidráulico, sobretudo se levarmos em conta construções antigas, como as de boa parte dos prédios e edifícios mais tradicionais dos grandes centros urbanos brasileiros. Se você pensa em contribuir com a sustentabilidade, tentar mudar esse cenário é muito importante.

Por mais que tenhamos rios, lagos e lençóis freáticos no Brasil, já existe escassez de água em várias partes do mundo, inclusive em algumas regiões do país. Use esse recurso com responsabilidade, ficando atento ao tempo que você demora no banho, evitando lavar calçadas com mangueiras e checando se não existem vazamentos ou infiltrações.

Use fontes renováveis de energia

Um passo muito importante para incluir políticas de sustentabilidade na sua própria casa consiste em utilizar fontes de energia renováveis. Isso é relevante porque os combustíveis fósseis, como o petróleo, o carvão mineral e o gás natural são muito poluentes e causam um impacto bastante negativo na natureza.

Vale lembrar que esses itens também não são renováveis, ou seja, têm reservas limitadas e, por isso, explorar alternativas é sempre uma boa ideia. Você pode optar, por exemplo, pelo uso de painéis solares, que podem sustentar o funcionamento dos seus equipamentos eletrônicos e eletrodomésticos com energia obtida da luz solar.

Investimento em Imóveis

Cultive alguns alimentos

Você já pensou em ter a sua própria horta? Além de ser uma alternativa muito vantajosa do ponto de vista da saúde, também é uma maneira bacana de contribuir com o desenvolvimento sustentável, visto que você não precisará comprar esses produtos no mercado ou no hortifrúti, economizando a sua produção, transporte, embalagem e assim por diante.

Muita gente acha que isso só é possível se você morar em uma casa com um grande quintal, porém, mesmo apartamentos com metragem mais enxuta podem ter um lugar especial para o cultivo. Apostar nos jardins verticais, por exemplo, já é uma das grandes tendências do mercado atual de arquitetura e decoração de interiores.

Separe o lixo corretamente

A reciclagem, como você já deve ter ouvido falar, é uma das estratégias mais importantes para tentar minimizar o impacto humano no meio ambiente por meio do reaproveitamento de materiais que seriam desperdiçados na natureza com um alto potencial de poluição. Por isso, se você quiser ser sustentável, adotar uma ação nesse sentido é essencial.

Proporcionar um destino adequado aos resíduos que você produz é uma garantia para o futuro dos seus filhos e netos, assegurando que eles não acabarão nas matas, rios, lagos e oceanos. Tente, sempre que possível, separar os recicláveis e os não recicláveis, utilizando o que for orgânico para a produção de adubo para suas plantas, flores e sua horta.

Faça uma casa planejada

Por fim, a construção de uma casa planejada também é uma tendência sustentável dos dias de hoje e que você não pode deixar de considerar, caso deseje diminuir o seu impacto negativo no meio ambiente. Por meio de um projeto bem-feito e executado adequadamente, você pode ter uma propriedade funcional, eficiente e que não gere desperdícios.

Essas escolhas, logicamente, dependerão da sua vontade e de sua disponibilidade financeira, mas o fato é que você pode incluir dispositivos para o reaproveitamento de água de chuva, deixar um espaço para cultivo, instalar painéis para a captação de energia solar, apostar em grandes janelas para aproveitar a iluminação natural e assim por diante.

Como você pôde ver, a sustentabilidade em casa depende de pequenas escolhas. O setor imobiliário já compreendeu essa necessidade e, por isso mesmo, as melhores urbanizadoras estão investindo no conceito de condomínio sustentável, gerando um ambiente saudável e autossuficiente nos mais diversos aspectos.

Gostou de aprender mais sobre a sustentabilidade em casa? Quer conhecer um empreendimento em sintonia com esse conceito? Então entre em contato conosco!

Posts relacionados