Afinal de contas, o que é um condomínio residencial sustentável?

Afinal de contas, o que é um condomínio residencial sustentável?

As questões ambientais vêm sendo amplamente discutidas na criação de novos empreendimentos imobiliários. Em uma pesquisa rápida no mercado, é possível perceber que cada vez mais condomínios residenciais estão seguindo práticas sustentáveis.

Mas você sabe o que caracteriza um condomínio sustentável? Tire essa dúvida no post e conheça os benefícios de investir nesse tipo de moradia!

 

O que é um condomínio residencial sustentável?

Um condomínio pode ser considerado sustentável quando adota ou prioriza soluções que ajudam a preservar os recursos naturais. Para chegar a esse ponto, é necessário um trabalho de conscientização de todas as pessoas que de alguma forma se relacionam com o conjunto residencial.

Ao contrário do que se pensa, transformar um local de moradia em um espaço sustentável fica fácil quando se tem a colaboração de um grande grupo. Inclusive, muitas construtoras já fazem sua parte quando investem em medidas que possam amenizar o impacto ambiental causado por uma obra.

Nos projetos de condomínios sustentáveis, é comum encontrar soluções que gerem economia ou que estimulem a redução do consumo de recursos. Ainda assim, vale lembrar que as medidas ou práticas adotadas podem variar de um empreendimento para outro, afinal, cada grupo de moradores possui necessidades distintas.

Principais soluções adotadas

A economia de luz e água costuma ser a primeira informação apontada quando se fala em sustentabilidade no local de moradia. Apesar disso, é importante lembrar que existem outras alternativas valiosas que podem ser aproveitadas para transformar um condomínio em um lugar mais sustentável. Veja alguns exemplos:

  • coleta de água da chuva: pode ser feita com um sistema de cisterna ligado às calhas do telhado. A captação é feita por tubulações que levam a água até o reservatório. Posteriormente, o conteúdo pode ser reaproveitado na limpeza de calçadas e áreas de uso comum;
  • reciclagem do lixo: pode ser implementada com a criação de lixeiras específicas para o descarte de cada tipo de resíduo;
  • compostagem: além da separação do lixo seco, é importante dar destino correto aos materiais orgânicos. Esse trabalho pode ser feito com um sistema de compostagem para transformar alimentos em adubo;
  • energia sustentável: as coberturas dos condomínios residenciais podem ser equipadas com painéis solares que transformam a energia solar em eletricidade. A energia gerada pode abastecer áreas internas ou externas, como quadras e estacionamentos;
  • telhados verdes: com uma estrutura reforçada, é possível transformar os telhados das residências em superfícies vivas. A cobertura verde melhora o conforto térmico da edificação e reduz a necessidade de uso da climatização artificial;
  • jardins arborizados: canteiros com vegetação mantêm a permeabilidade do solo e contribuem com o bem-estar dos moradores. Em condomínios horizontais, é possível plantar árvores de grande porte e manter as áreas externas sombreadas e agradáveis;
  • estações de tratamento de esgoto (ETE): têm eficiência para tratar o esgoto do condomínio e devolvê-lo para reuso nas residências;
  • equipamentos inteligentes: a substituição de equipamentos por modelos mais eficientes também é uma solução sustentável. Bons exemplos estão nas torneiras temporizadas (economia de água) e variadores de luminosidade (economia de energia elétrica).

Quais as vantagens de morar em um condomínio sustentável?

Conquistar a casa própria e manter um estilo de vida equilibrado é o desejo de muitas famílias. A boa notícia é que dá para atingir todos esse objetivos com uma residência dentro de um condomínio sustentável. Confira, abaixo, cinco bons motivos para investir nessa solução:

Economia de dinheiro

A adoção de equipamentos eficientes faz parte das estratégias para deixar uma moradia mais sustentável. A vantagem é que, ao reduzir o consumo de recursos, os moradores também acabam diminuindo as despesas gerais do condomínio.

A cisterna é um bom exemplo de sistema que gera economia financeira a longo prazo. Com ela, o morador deixa de gastar água tratada na limpeza de pisos e superfícies que não exigem cuidado com assepsia.

A adoção de variadores de luminosidade, lâmpadas LED e sensores de presença para iluminação também compensa, porque diminui o peso das contas no fim do mês.

Espaços mais agradáveis

Edifícios sustentáveis são associados à forte presença de áreas vegetadas, mas essa solução não tem somente uma finalidade estética. Além de trazer as cores da natureza, as árvores e arbustos têm papel importante na geração de sombra.

Os condomínios construídos em área de expansão urbana podem ser planejados para valorizar o máximo dos espaços verdes e jardins. Com a presença de espécies de diferentes portes, é possível obter conforto térmico em todas as épocas do ano e manter o quintal agradável para a convivência familiar.

Aproveitamento de resíduos

A separação e destinação correta do lixo gerado facilita a vida dos moradores. Em um condomínio sustentável, o tratamento dos resíduos costuma ser preocupação de todos que dividem aquele local de moradia.

Esse trabalho conjunto entre famílias permite que todo o lixo seja reaproveitado ou reciclado. Além disso, o cuidado com os resíduos orgânicos é uma oportunidade excelente para ensinar às crianças sobre o processo de compostagem e adubação de plantas.

Valorização do imóvel

A sustentabilidade é um tema que não perde valor no mercado imobiliário. Com pessoas cada vez mais preocupadas em seguir um modo de vida simples, a escolha por condomínios apoiados em práticas sustentáveis só aumenta.

Quem já vive nesse tipo de empreendimento tem uma boa vantagem caso decida vender o próprio imóvel. Isso porque modelos de moradia sustentável têm benefícios que ajudam a aumentar o seu valor de mercado.

Garantia de qualidade de vida

Morar em um condomínio sustentável é um passo certeiro para ganhar mais qualidade de vida. Afinal, um edifício eficiente e equipado com as melhores soluções é capaz de aproveitar o máximo de cada recurso sem muito esforço.

Uma moradia planejada e que valoriza os elementos naturais também oferece mais opções de entretenimento para famílias inteiras. Nesses locais, crianças e adultos podem conviver em harmonia sem depender das distrações da tecnologia.

Além de todas essas vantagens para os moradores, um condomínio sustentável ainda contribui para a educação ambiental de uma comunidade inteira. O trabalho de conscientização é potencializado com a participação de todos e permite que as melhores soluções estejam presentes na vida de cada família.

E você, também está procurando a moradia ideal? Aproveite o momento para entrar em contato e conhecer nossos empreendimentos!

Posts relacionados