Conheça agora alguns dos principais pontos turísticos de Aracaju

Conheça agora alguns dos principais pontos turísticos de Aracaju

Vai passear pela capital sergipana e quer conhecer mais do que as belas praias da cidade? Ótima ideia! Os demais pontos turísticos de Aracaju são, de fato, imperdíveis — além de econômicos. Afinal, para que um local seja considerado um destino turístico completo, é preciso reunir uma série de atrações, além das belezas naturais, tais como patrimônios históricos, festas populares, artesanato e gastronomia típicos e muito mais.

Com isso, há opções de lazer para diferentes perfis de visitantes e a diversão é garantida — independentemente das condições climáticas. Por isso, não perca mais tempo e programe o seu roteiro agora mesmo!

 

Quais pontos turísticos de Aracaju valem a visita?

Não sem motivo, Aracaju é uma cidade conhecida por oferecer diversão muito além das suas famosas faixas de areia, como a Orla de Atalaia, reunindo diversos pontos turísticos.

Para aproveitá-los, veja como fazer uma imersão na cultura sergipana, por meio de cinco passeios imperdíveis, e prepare-se para curtir o tempo livre, faça chuva ou faça sol!

Mercado Municipal Antônio Franco

Dedicado ao artesanato regional, como rendas, bordados, peças de palha e de madeira, o Mercado Municipal Antônio Franco tem como vizinho o Mercado Thalez Ferraz, que é repleto de bancas com produtos locais, como castanhas, farinhas, ervas, queijos, e o Mercado Albano Franco, conhecido pela ampla oferta de hortifrútis.

Por se tratar de um complexo que integra três mercados, os quais atendem às necessidades do dia a dia dos moradores da cidade, a visita representa a oportunidade perfeita para quem deseja ter uma legítima experiência aracajuana.

Vale destacar, ainda, a presença de bons restaurantes de cozinha popular sergipana, com cardápios repletos de opções: sururu, sarapatel, moqueca de camarão e muito mais. Também há artistas vendendo literatura de cordel.

Já para quem não dispensa um bom agito, vale a pena esticar até a parte externa e curtir o forró na praça, a qual fica toda decorada com bandeirinhas durante os festejos juninos. O local costuma ficar lotado de gente pra lá de animada e é palco, também, do famoso festival Forró Caju.

Museu da Gente Sergipana

Localizado na região central de Aracaju, junto à Orla do Rio Sergipe, a principal característica do Museu da Gente Sergipana é a interatividade, seguindo a mesma proposta dos paulistanos Museu da Língua Portuguesa e Museu do Futebol.

Ainda que esteja abrigado em uma imponente construção histórica dos anos 1920, o espaço abusa da tecnologia para expor seu acervo de cultura material e imaterial, tanto com instalações permanentes como por meio de exposições temporárias.

Além disso, o local recebe eventos ligados ao calendário de festas populares, como o São João da Gente Sergipana e Folia da Gente.

Para completar a experiência de imersão na alma de seu povo, o museu conta com o Café da Gente, no qual é possível se deliciar com a culinária local, e a Loja da Gente, onde peças de artesanato típico encontram-se à venda. O melhor? A entrada gratuita!

Palácio-Museu Olímpio Campos

Palácio-Museu Olímpio Campos fica em um edifício de estilo eclético, com forte influência neoclássica.

Em sua construção, destacam-se os vigamentos de madeira de lei, as paredes de pedra e cal e os pisos compostos por tábuas largas de jequitibás. Para quem aprecia história e arquitetura, bem como o universo da decoração, esse é um passeio imperdível!

Internamente, a pintura (trabalho de relevo feito em estuque) ornamentando os salões principais e a vistosa escadaria revestida de mármore, com direito a gradil fundido em ferro e bronze, chamam a atenção.

Para conhecer as obras de importantes artistas sergipanos, observando além da arquitetura, vale a pena agendar uma visita monitorada. O espaço também sedia eventos abertos ao público, como mostras de fotografia, lançamentos de livros.

Oceanário de Aracaju

Coordenado pela Fundação Pró-Tamar, o Oceanário de Aracaju tem como objetivo promover o conhecimento e sensibilizar a população (local e visitante) sobre a importância da conservação do ecossistema marinho e do rio São Francisco.

Com uma área construída de 1.700 m² — em formato de tartaruga — a estrutura oferece visitas orientadas, exposições, mostras de vídeos e palestras junto aos aquários.

O oceanário tem 18 aquários (sendo cinco de água doce e 13 de água salgada), nos quais vivem 70 espécies nativas de Sergipe. Também há quatro tanques e, ainda, uma réplica da parte submersa de uma plataforma petrolífera, cuja estrutura é visível no litoral.

O passeio é indicado para toda a família, embora a visita seja ainda mais prazerosa para quem tem filhos! As crianças se divertem acompanhando a alimentação das tartarugas e aprendendo detalhes sobre o comportamento animal.

Colina de Santo Antônio

Foto: Bruno Coitinho Araujo

Marco zero da capital sergipana, da Colina de Santo Antônio se tem uma vista panorâmica do encontro do rio Sergipe com o Oceano Atlântico, com destaque para a ilha de Santa Luzia. À noite, a iluminação caprichada dá ainda mais charme ao local.

No cume da colina, encontra-se encravada a pequena Igreja de Santo Antônio, na Praça Siqueira de Menezes, a qual reúne devotos casamenteiros no dia 13 de junho. Semanalmente, as missas são realizadas às terças e quintas-feiras, além dos fins de semana.

Qual é a melhor época para visitar a cidade e seus arredores?

Não existe um período ruim para desbravar a região de Aracaju, exatamente por conta de suas atrações proporcionarem diversão fora das praias.

Porém, se você não abre mão dos dias ensolarados, programe-se para curtir as atrações locais entre a primavera e o verão (de setembro a março). Dessa forma, é possível aproveitar tudo o que a cidade oferece.

Por que tantas pessoas se encantam com a capital sergipana?

O mix de atrações culturais, somado às orlas cheias de atrativos e à infraestrutura urbana completa, faz com que Aracaju caia nas graças dos forasteiros, transformando turistas em moradores que se recusam a “arredar o pé” desse paraíso nordestino.

Como dissemos, os diversos pontos turísticos de Aracaju oferecem opções que agradam a diferentes faixas etárias e perfis de visitantes. Mercados municipais, museus, oceanário e paisagens impressionantes são apenas alguns dos atrativos locais. Se você gostou deste artigo e tem interesse em receber outras informações sobre o estilo de vida na capital sergipana, assine a nossa newsletter!

Posts relacionados