normas para construção de casas

Entenda sobre as normas para construção de casas

Você sonha em morar com mais tranquilidade, segurança e privacidade, aproveitando todos os benefícios de se viver em um condomínio fechado. Mas sabia que existem normas para construção de casas nesses espaços?

Para ter a residência dos seus sonhos, é preciso se enquadrar nas regras de edificação. Existem normas municipais, federais e do próprio condomínio que estabelecem um padrão de construção.

Essas normas para construção de casas em condomínios incluem tamanho mínimo, número de pavimentos, inclusão de muros, entre outras coisas. Confira, a seguir, o que fazer para adaptar o seu projeto à legislação.

Simulador Laredo

Qual é a legislação para a construção de casas em condomínios?

Para iniciar a obra, é necessário um projeto arquitetônico. Nele, a residência deve obedecer a algumas legislações de caráter municipal, que vão estabelecer as medidas de recuos, afastamentos, área permeável e gabarito de altura, entre outros requisitos.

A partir dessas especificações, o arquiteto desenvolve o projeto da residência. Além disso, cada condomínio tem o seu próprio regimento interno. Por isso, o profissional também precisará levar em consideração tais exigências.

O próximo passo é se certificar de que a empresa que vai executar a obra tem conhecimento sobre a região em que o projeto será construído. A parte arquitetônica precisa atuar em conjunto com a engenharia, que contará com os detalhes sobre os projetos estruturais, elétricos, hidráulicos e sanitários, assim como todas as informações sobre como deve ser executada a arquitetura da residência.

Quais são as principais regras para a construção de casas?

Todos os condomínios têm exigências que devem ser cumpridas para as obras residenciais. Isso ocorre porque o empreendimento busca manter um padrão nas construções que respeite o estilo proposto inicialmente.

A seguir, veja algumas das exigências mais comuns.

Tamanho mínimo da casa

Essa é a regra mais encontrada na maioria dos empreendimentos. A metragem costuma ser acima de 100 metros quadrados para evitar edículas e obras muito pequenas. Em condomínios de alto padrão, os tamanhos mínimos de construção costumam ser maiores.

Quantidade de pavimentos

É comum que os empreendimentos estabeleçam uma quantidade máxima de pavimentos. Isso é necessário para evitar que sejam erguidos prédios e construções desproporcionais.

Muro

Alguns empreendimentos colocam restrições com relação ao uso de muros. A norma pode ser de murar a casa — respeitando uma altura máxima — ou não murar a parte da frente, por exemplo. Isso vai depender do estilo do condomínio.

Prazo para construção

Embora não seja tão comum, há empreendimentos que estipulam um prazo para o término das construções. Isso evita que haja terrenos vazios e obras inacabadas, o que desvaloriza o restante do condomínio.

O que diz a legislação ambiental?

Além de embelezar e valorizar o condomínio fechado, espaços verdes proporcionam qualidade de vida aos moradores. Por isso, a construção em condomínios também deve respeitar a legislação ambiental.

Empreendimentos que possuem Área de Preservação Permanente (APP) no terreno devem manter o espaço preservado. Isso significa que a vegetação não pode ser cortada, a menos que apresente risco iminente e, mesmo assim, mediante autorização dos órgãos ambientais. Nesses casos, o condomínio costuma agregar o espaço verde para área de lazer e convivência.

Se houver um curso de água, deve ser feito o afastamento da borda da calha do rio em 30 metros. Por isso, o comprador do lote deve ficar atento para adaptar sua obra à legislação.

Qual é a importância de escolher bons profissionais?

Ao escolher um arquiteto para a realização de seu projeto, é importante que ele tenha conhecimento sobre a legislação vigente e as normas de construção de casas no condomínio.

Alguns empreendimentos, além de solicitar que o projeto de arquitetura seja aprovado pela prefeitura, também fazem análises internas. Uma vez aprovado, os projetos de engenharia são desenvolvidos.

Ambos devem estar de acordo com a norma de desempenho número 15575 da ABNT, documento essencial para o projeto ter maior durabilidade e segurança.

Casa em Condomínio

Como o condomínio pode facilitar o processo?

Existem condomínios que facilitam o processo de construção para os proprietários. A Laredo Urbanizadora, por exemplo, tem o diferencial de entregar um manual para o proprietário com diversas orientações sobre como a casa deve ser construída. Dessa forma, o construtor consegue visualizar a melhor forma de colocar o projeto em prática.

Entre as informações contidas no manual, estão o melhor posicionamento para as instalações de esgoto e  para colocar o medidor de energia elétrica, entre outras.

Para a Laredo, é importante que o proprietário receba todas as orientações sobre o seu imóvel. Assim, ele pode materializar a sua casa como sempre sonhou.

Como os profissionais indicados podem agilizar o projeto?

A Laredo conta com parceiros capazes de desenvolverem um bom projeto a um custo justo e razoável. Além disso, ela também pode indicar bons construtores para o seu desenvolvimento.

As parcerias facilitam muito, pois são profissionais competentes e experientes que conhecem as legislações e as normas construtivas. Por isso, é mais fácil para eles conversarem com o proprietário sobre o que pode ou não ser feito.

Além disso, por serem parceiros do Condomínio, eles conhecem a forma da Laredo trabalhar e podem agilizar o processo. Os arquitetos, por exemplo, conseguem interpretar o sonho na forma de um projeto, entendendo as necessidades do futuro morador.

As parcerias só geram vantagens para o proprietário, pois tais profissionais sabem que a sua casa vai ser construída da melhor forma possível. Eles elaboram o orçamento, planejamento e cronograma de medições e pagamentos, para que o proprietário se organize. Isso permite ter tranquilidade na hora de desembolsar o valor do financiamento da casa.

Como você viu, as normas para construção de casas não são um empecilho, desde que o arquiteto adéque o projeto a elas. Para facilitar o processo, a urbanizadora também tem um papel importante.

Com experiência de nove anos no mercado, a Laredo se preocupa em elaborar um manual com a maior quantidade de informações possível para que o proprietário do lote consiga construir o seu imóvel.

Então, se você quer facilidade para erguer a sua residência dentro das normas para construção de casas em condomínios, entre em contato com a Laredo Urbanizadora. Conheça os empreendimentos e conte com o respaldo e a experiência dos profissionais parceiros!