fachadas de casas com vidro

Entenda como projetar fachadas de casas com vidro

As fachadas de casas com vidro já dão aquela impressão de modernidade e imponência mesmo para quem olha de longe! Você provavelmente já viu esse tipo de decoração/construção nas áreas urbanas, já que são muito comuns em grandes prédios comerciais.

Entretanto, para quem deseja ter alta qualidade de vida sem o estresse de estar bem no centro da cidade, incluindo uma casa moderna, bonita e aconchegante, é muito bom pensar em opções de customização, agregando elementos — como as fachadas de vidro — que podem conferir esse nível.

Pensando nisso, hoje trouxemos este post explicando qual é o diferencial dos vidros em fachadas, quais tipos de vidros podem ser usados e, finalmente, quais são as dicas para escolher sem ter dor de cabeça. Quer saber mais sobre o assunto? Continue conosco e descubra!

Simulador Laredo

Qual é o diferencial das fachadas de casas com vidro?

O primeiro ponto importante de destaque quando o assunto é fachada de vidro é um bônus para quem pensa em investir e ter resultado duradouro: elas são muito resistentes. Além de ser uma garantia de estrutura que vai se manter firme e forte no futuro, você pode optar por um tipo de vidro que garanta também a segurança.

O design, na verdade, é a cereja do bolo. Embora o mais importante seja apostar em alta durabilidade, é impossível negar que fachadas de vidro são lindíssimas. É possível incluí-las em diversos ambientes da casa. Assim, dá para combinar sua decoração com plantas e a iluminação natural promovida pela fachada, por exemplo, entre tantas outras ideias.

Quais tipos de vidros podem ser utilizados?

Pensando em resistência e durabilidade, os vidros temperado e laminado são os mais indicados. Os laminados, por exemplo, contam com duas placas em sua composição. No centro, há uma substância que faz a união entre elas. Essa resina que liga as partes faz com que, caso o vidro quebre, os estilhaços sejam retidos no meio. Interessante, né?

Sendo assim, o vidro laminado é um bom investimento para quem pensa em se prevenir de impactos. Sacadas, fachadas, corrimãos: conte com ele para tudo. Além disso, a camada interna absorve sons, isolando o barulho que vem de fora. Os raios UV também são bloqueados pelo vidro laminado, conservando as suas cortinas, tapetes e mobília.

Diferenciando o local e o uso

Vale ressaltar que vidros como o laminado são de alta performance e são recomendados para locais onde a probabilidade de impacto é maior, como as fachadas. Entretanto, caso você esteja cogitando o vidro para fazer outras paredes e detalhes em sua casa, há outros materiais que também podem ser cotados.

A dica de ouro é adequar o uso e o local às normas de segurança e características adequadas. Há vidros autolimpantes, por exemplo, além dos temperados, que também são opções seguras. Visualize o que você deseja e, então, mantenha-se acompanhado de um profissional para adequar as suas vontades.

O que levar em consideração para escolher esse tipo de fachada?

Antes de qualquer coisa, não adianta pedir para qualquer um fazer uma fachada de vidro para a sua casa. Se você quer que o projeto seja “redondinho”, sem possibilidade de má qualidade e, de fato, entregue durabilidade, resistência e um design de ponta, é fundamental contar com profissionais adequados para ajudar nessa missão.

Em segundo plano, embora o uso do material adequado seja prudente para evitar problemas de segurança, o local onde você vai construir sua casa é um fator importantíssimo. Lembre-se de que os vidros, de certa forma, expõem a sua casa. Sendo assim, o ideal é contar com esse projeto em um condomínio fechado.

Juntando o útil ao agradável

Se você já pensa faz algum tempo em investir na sua casa própria, mas quer uma aplicação segura e que garanta retorno a longo prazo, empreendimentos que tenham parcerias com fornecedores são a melhor opção. Isso porque qualquer coisa que você quiser projetar sem ter maiores problemas é possível.

Muitas pessoas pensam que começar uma casa do zero é algo muito trabalhoso, mas, na verdade, o que falta é o conhecimento sobre opções que cedam parcerias estratégicas. Você e sua família merecem o melhor. Por isso, não abra mão de ter tudo do jeito que você sonhou, contando com toda a estrutura necessária.

Guia completo para colocar em prática um projeto de arquitetura - Ebook Grátis

Onde posso incluir uma parede de vidro na minha casa?

Além da fachada, há outros cômodos e ideias nas quais você pode pensar para colocar o vidro na sua casa. Uma decoração que anda muito em alta é a sala de estar com elementos naturais. O vidro, como já comentamos, dá abertura para a claridade. Isso traz um aconchego. Use combinações de branco e marrom para incrementar o clima!

Outro insight muito comum — porque fica lindo e é funcional — é integrar áreas internas e externas por meio do vidro. Embora estejam separadas, você pode promover essa sensação de que as áreas internas e externas são uma só. É uma boa para quem quer observar as crianças brincando no jardim, por exemplo, diretamente do sofá da sala.

Aproveitando as sensações possíveis

Paredes de vidro, quando bem projetadas, podem causar sensações diversas. Desde esse ambiente de “sala no meio do jardim”, até o pensamento sobre uma casa que se vê de longe, graças à fachada, os vidros colaboram para que você obtenha a imagem e o clima que deseja.

Se os seus móveis são rígidos e concretos e sua casa conta com colunas no estilo industrial, uma fachada de vidro pode conferir toda a leveza necessária para o local. A amplitude também pode ser um fator explorado. Fachadas de vidro e teto de madeira são tendências, além de salas com pé direito duplo.

Na verdade, as opções de fachadas de casas com vidro são inúmeras. Cabe a você ponderar sobre os atributos indispensáveis — tanto na construção quanto no design — e contar com profissionais qualificados e espaço adequado para tornar seus projetos, realidade.

Você deve buscar orientações técnicas, recomendações e dicas de visual com quem entende do assunto. Sendo assim, comece já: nos acompanhe no Instagram e no Twitter!

Comentários