Quais impactos uma urbanizadora provoca no planejamento urbano de uma cidade?

Quais impactos uma urbanizadora provoca no planejamento urbano de uma cidade?

Cidades são processos contínuos, estão sempre em expansão e passando por transformações. Uma boa urbanizadora entende esse aspecto e tem consciência de suas responsabilidades.

O planejamento urbano lida com processos de estruturação, produção e apropriação do espaço urbano. É o método que age diretamente na ordem física das cidades. E isso gera impactos ambientais e de saúde pública.

O termo “planejamento urbano” é originário da Inglaterra e dos Estados Unidos. Ele surge como uma resposta aos problemas das cidades, após o nascimento do urbanismo moderno.

Para você entender quais os impactos uma urbanizadora provoca no planejamento urbano de uma cidade, elaboramos este post com todas as questões importantes que você precisa saber. Continue lendo.

O papel da urbanizadora na saúde pública da cidade

Para que as cidades sejam saudáveis, elas precisam de cidadãos saudáveis. A saúde em centros urbanos é uma preocupação crescente, principalmente pela influência que as pessoas sofrem com aspectos da vida urbana como a poluição, estresse, segurança etc.

Diversos estudos já mostraram que viver em centros urbanos aumenta a chance de doenças crônicas não transmissíveis e problemas mentais, como depressão e ansiedade.

Em contrapartida, foi constatado mudanças que visam melhorar o desenho e uso do espaço urbano, de modo a trazer bem-estar para a vida dos cidadãos. Quem tem contato com áreas verdes todo dia reporta menos estresse e tem menos riscos de desenvolver doenças crônicas.

Além disso, pessoas que conseguem encaixar exercícios em suas rotinas diárias, como caminhadas, corridas e pedaladas, têm mais qualidade de vida e menos chances de sofrer de obesidade, hipertensão e diabetes.

Por isso, a urbanizadora deve se preocupar em criar espaços de moradia que propiciam ao seus moradores a possibilidade de ter mais bem-estar em seu dia a dia. Pessoas saudáveis estão mais propensas a construir uma sociedade próspera e saudável.

Além disso, sentir-se parte de uma comunidade local ajuda a prevenir doenças na terceira idade.

Quando estiver em busca de um empreendimento, pesquise se a urbanizadora está a par dessa responsabilidade e como ela faz o planejamento urbano do empreendimento. Para isso, veja se há a preocupação com áreas verdes e espaços de convivência para os moradores.

O papel da urbanizadora na vida socioeconômica

A formação de novas áreas urbanas é importante para o desenvolvimento socioeconômico de uma cidade.

Muitos centros urbanos já não têm a capacidade de absorver novos moradores e trabalhadores. Com isso, a falta de empregos tem sido uma preocupação crescente.

É importante a geração de empregos em locais mais afastados dos centros das cidades. Nesse sentido, a urbanizadora tem grande papel de colaboração para incentivo e melhoria da vida socioeconômica.

Ao criar empreendimentos em locais pouco assistidos, as urbanizadoras geram demanda por profissionais em todo o processo de construção e, inclusive, depois, na manutenção desses espaços.

Isso ajuda a população que mora ao redor, pois cria vagas e oportunidades mais próximas de suas residências.

Ao criar condomínios em locais mais afastados, a urbanizadora fomenta o empreendimento dos bairros, estabelecendo novos restaurantes, farmácias e demais serviços que atenderão os novos moradores daquela região.

Procure sempre investigar a missão e os valores da urbanizadora por trás do empreendimento. Veja se é uma empresa que emprega mão de obra local e qual a preocupação dela em criar frentes de trabalho nas zonas onde vai atuar.

Mais empregos gera saúde pública ao permitir cidadãos com perspectivas de desenvolvimento próprio e familiar, além do acesso a serviços básicos.

O papel da urbanizadora no meio ambiente

Zelar pelo meio ambiente é responsabilidade de todos, principalmente das urbanizadoras. Muitas empresas, visando a maximização dos lucros, montam projetos e empreendimentos que abrigarão mais pessoas que o ambiente pode suportar.

Condomínios com prédios altíssimos e apartamentos minúsculos criam uma sobrecarga em zonas urbanas, gerando mais consumo de recursos naturais e um aumento na produção de lixo.

Além da urbanizadora ter a responsabilidade de se preocupar com o impacto que o aumento de moradores trará àquela zona urbana, é importante também que ela esteja ciente de que deve interferir o menos possível na fauna e flora local.

Grandes construções, com diversos prédios altos, por exemplo, acabam gerando um desmatamento desenfreado na região. Isso pode causar até mesmo a extinção de espécies locais de plantas, insetos ou animais. Por isso, a tendência de condomínios horizontais é tão bem-vinda. 

Faça uma pesquisa sobre a urbanizadora do seu empreendimento e veja até onde ela deixa claro a preocupação com o meio ambiente. Também é interessante verificar quais ações ela está tomando para diminuir os impactos com a chegada dos novos empreendimentos.

Algumas urbanizadoras têm projetos de reflorestamento, outras utilizam água de reúso para limpeza dos espaços construídos. Há também as que já se preocupam com fontes de energia alternativas, como a solar, para manter os empreendimentos.

Pesquise sempre e pergunte à urbanizadora o que ela está fazendo para deixar um legado melhor ao meio ambiente e às futuras gerações.

O impacto da urbanizadora na economia

Ao criar zonas de moradia em locais mais afastados dos centros urbanos, as urbanizadoras engendram uma rede de novos consumidores. Com isso, grandes redes de supermercados, postos de combustíveis e até shopping centers são atraídos até as regiões.

Essas grandes redes de serviços proporcionam empregos estáveis para quem está em busca de oportunidade no mercado de trabalho.

Além disso, por estarem localizados próximos das residências desses trabalhadores, o gasto de tempo e dinheiro entre a casa e o trabalho diminui, dando maior qualidade de vida para todos.

Como você viu, a urbanizadora tem grande influência no planejamento urbano das cidades. E ela deve estar sempre preocupada e alinhada com as necessidades dos moradores das regiões onde atua.

Você pode achar informações sobre qualquer empresa hoje em dia na internet. Antes de decidir por qualquer empreendimento, pesquise bem se a empresa atende a todos os quesitos que mostramos acima.

Além do papel da empresa, é importante que você também esteja preocupado em incentivar as urbanizadoras que prestam um bom serviço à comunidade. Aproveite para assinar nossa newsletter e receber mais informações sobre nosso trabalho e nossos empreendimentos!

Posts relacionados